Esportes

Mesmo com derrota, Marquinhos volta a marcar em jogo decisivo

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de abril de 2021 - 18:05 - Atualizado em 28 de abril de 2021 - 18:30

Na derrota do PSG por 2 a 1 para o Manchester City, pelo confronto de ida da semifinal da Liga dos Campeões, Marquinhos foi o autor do gol dos franceses.

Esta não é a primeira vez que o brasileiro marca no mata-mata da Champions. Em levantamento feito pelo Footstats, nos últimos sete confrontos eliminatórios dos parisienses, Marquinhos balançou as redes quatro vezes.

Na temporada passada, onde as quartas e as semifinais foram disputadas em jogos únicos, o PSG, que nas oitavas bateu o Borussia Dortmund, estava sendo eliminado pela Atalanta até os 44 minutos do segundo tempo, até que Marquinhos marcou o gol de empate. Nos acréscimos, Choupo-Moting virou o placar e garantiu a classificação.

Na fase seguinte, contra o Leipzig, o brasileiro marcou o primeiro tento da partida, aos 13 do primeiro tempo. Di María e Bernat ampliaram a vitória para 3 a 0 e garantiram vaga na final. Na disputa pelo título, o PSG perdeu por 1 a 0 para o Bayern de Munique.

Nesta temporada, Marquinhos passou em branco nas oitavas contra o Barcelona e viu Mbappé brilhar nos dois confrontos. Porém, nas quartas de final contra seu algoz de 2020, depois de lançamento de Neymar, o zagueiro brasileiro marcou um dos gols da vitória por 3 a 2, na Alemanha. Na volta, os franceses perderam em casa por 1 a 0 e avançaram de fase pelo gol qualificado.

Com o resultado do jogo da ida contra o City, para avançar à final da Liga dos Campeões o PSG precisa vencer por dois gols de diferença ou até mesmo por um, contando que faça três gols. O confronto em Manchester será realizado na próxima terça-feira, às 16 horas (de Brasília), no Etihad Stadium.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.