Esportes

Melhor visitante da Série B, Coritiba segue quebrando recordes e atinge 81,5% de chance de acesso

Coxa alcança sete vitórias como visitante, iguala os anos de 2003 e 2007, e fica a um triunfo de igualar recorde histórico de 2010

Guilherme
Guilherme Almeida
Melhor visitante da Série B, Coritiba segue quebrando recordes e atinge 81,5% de chance de acesso
Jogadores comemoram com Waguininho o segundo gol do Coxa na partida (Foto: Reprodução/Coritiba)

2 de setembro de 2021 - 10:24 - Atualizado em 2 de setembro de 2021 - 11:23

O Coritiba segue fazendo bonito e derrubando recordes na Série B do Campeonato Brasileiro. A vitória de terça-feira (01) por 3 a 2 contra o Londrina, de virada, no Estádio do Café, pela 22ª rodada, foi a sétima fora de seus domínios na competição, o que deixa a uma vitória de igualar o recorde de 2010, de oito vitórias.

Além disso, segundo o Departamento de Futebol da UFMG, com a vitória contra o Tubarão, o Coxa atingiu a marca de 81,5% de possibilidade de acesso à Série A. Com 42 pontos conquistados, seriam necessários mais 22 pontos para atingir o “número mágico”, de 64 pontos, que representam a média das últimas edições do torneio. Motivos que deixam a torcida coxa-branca em ritmo de contagem regressiva.

Recorde histórico

Melhor mandante da Série B, o Coritiba já disputou 12 partidas fora de casa, com sete vitórias, dois empates e três derrotas, com um aproveitamento de 63,89%. O Coxa venceu Londrina, Avaí, Brasil de Pelotas, Sampaio Corrêa, Confiança, Guarani e Vila Nova.

As sete vitórias quase igualam a marca de 2010, ano do bicampeonato da Série B. Na ocasião, a equipe venceu oito partidas, o que representa um recorde absoluto em todas as edições de pontos corridos que o clube disputou, incluindo a Série A.

Em 2007 e 2019, outros anos em que conquistou o acesso, o Coritiba teve seis vitórias como visitante em toda a competição.

Pela elite, a melhor marca foi em 2003, quando venceu seis vitórias, porém, há um detalhe. O clássico contra o Paraná Clube, no segundo turno, com mando Tricolor, foi disputado no Couto Pereira, e terminou com vitória alviverde. Tirando esse ano, a melhor marca atingida nos pontos corridos foi em 2015, com cinco triunfos.

O melhor desempenho como visitante em toda a história segue sendo na edição de 1998, quando o Coritiba alcançou oito triunfos. O campeonato, porém, ainda tinha fórmula mata mata.

Avaliação do treinador

Após a partida no norte do estado, o técnico Gustavo Morínigo comentou sobre o ótimo momento vivido pelo Coritiba. Ele destacou o recorde alcançado de vitórias fora do Couto Pereira, e também avaliou o próximo compromisso pela competição, contra o Brusque, terça-feira (07), no Couto Pereira.

“O ponto positivo é ganhar sempre fora, trabalhamos jogo a jogo para fazer o melhor. Temos um objetivo e, sem mirar outros, trabalhamos muito todos os dias para melhorar e passar as dificuldades que vamos seguir tendo durante o torneio, concentrados a cada jogo”.

Agora vem o Brusque, sabemos que é uma equipe qualificada também, que não conseguimos ganhar no primeiro turno, e agora vamos no Couto. Sabemos que vai ser difícil, por isso temos que nos preparar”.

A vitória mantém o Coritiba na liderança da Série B, com 42 pontos. O CRB, que venceu ontem o Confiança, é o vice-líder, com 40 pontos. O Goiás, que ainda joga na rodada, contra o Cruzeiro, pode chegar a 41. A distância para o Sampaio Corrêa, primeiro fora do G-4, é de oito pontos, mas os maranhenses jogam sexta-feira (03), contra a Ponte Preta.

O Coxa volta a campo na terça-feira (07), às 19h, no Couto Pereira, contra o Brusque, pela 22 ª rodada da Série B.