Esportes

Marinho, do Santos, vê “sociedade preconceituosa pra cara***” no dia da Consciência Negra

Gazeta
Gazeta Esportiva
Marinho, do Santos, vê “sociedade preconceituosa pra cara***” no dia da Consciência Negra

20 de novembro de 2020 - 15:00 - Atualizado em 20 de novembro de 2020 - 16:15

Marinho, atacante do Santos, fez um protesto por meio de suas redes sociais na tarde desta sexta-feira, 20 de novembro – Dia da Consciência Negra.

O camisa 11 desabafou após o ocorrido da noite da última quinta-feira, quando um homem negro foi espancado até a morte por dois dois seguranças brancos em um supermercado de Porto Alegre.

“Dia da Consciência Negra. Talvez eu fique pensando que só existe no calendário, e pra postar foto dizendo que vidas negras importam. Na prática, sabemos é tudo ao contrário, notícia absurda que temos da morte do seu João Alberto ontem no estacionamento do Carrefour em Porto Alegre. Aí eu pergunto, vai ter punição severa, os bandidos vão ser presos? Ou vão pagar fiança e ser solto para cometer outro crime? Reflexo de uma sociedade preconceituosa para cara***”, escreveu Marinho.

Aos 30 anos, Marinho tem sido voz contra o racismo. O jogador, inclusive, foi alvo deste tipo de preconceito neste ano. 

Marinho desabafa em rede social (Foto: Reprodução)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.