Esportes

Marcelo Fernandes aponta a retomada da confiança como o principal objetivo do Santos

Gazeta
Gazeta Esportiva

2 de maio de 2021 - 09:00 - Atualizado em 2 de maio de 2021 - 09:15

Pressionado por melhores resultados, o Santos ainda tem que lidar com a falta de tempo para treinar entre as partidas. Após o empate com o Red Bull Bragantino, o interino Marcelo Fernandes falou sobre a importância de retomar a confiança dos jogadores o quanto antes.

Na visão do auxiliar, que permanecerá como interino até a chegada de um novo treinador, não há tempo para implementar ideias e um novo modelo de jogo neste calendário apertado.

“O problema do Santos não é a filosofia de jogo nem nada disso, o problema é retomar a confiança dos jogadores. Não temos tempo de treino, amanhã de manhã temos um trabalho no CT logo cedo. Vamos viajar a noite toda e ir para o CT. Amanhã de manhã, trabalhar com aqueles que não jogaram, enquanto os que jogaram fazem um regenerativo, para que na segunda a gente faça os ajustes para o jogo contra o The Strongest, na terça”, afirmou Marcelo Fernandes.

“Não tem negócio de filosofia de jogo, é pegar o adversário, estudar, tirar o que pode ser feito de estratégia em cima e procurar fazer o melhor para o clube. Hoje, a gente não pode falar de filosofia de jogo, temos que jogar jogo a jogo e implementar a filosofia adequada para cada partida”, completou.

Com o empate de sábado, o Peixe fica a um ponto do Guarani, segundo colocado do grupo D, que entra em campo neste domingo. Agora, o Santos volta as suas atenções para a Libertadores, visto que encara o The Strongest, na terça-feira, às 19h15, na Vila Belmiro.