Corinthians

Mancini não adianta planos do Corinthians: “Importante que todo mundo aguarde”

Gazeta
Gazeta Esportiva

26 de fevereiro de 2021 - 01:00 - Atualizado em 26 de fevereiro de 2021 - 01:15

O Corinthians encerrou a temporada 2020 com um empate por 0 a 0 com o Internacional, no Beira-Rio, nesta quinta-feira. O resultado acabou com o sonho do título colorado e deixou o Timão em 12º na tabela de classificação.

No domingo que vem é vida nova. O alvinegro estreia no Campeonato Paulista contra o Red Bull Bragantino, às 18 horas, fora de casa, e Vagner Mancini já tem de definir parte das inscrições para o Estadual nesta sexta. O técnico, no entanto, evitou antecipar os planos.

“Importante que todo mundo aguarde o momento certo para a informação ser passada. A partir do momento que a lista for definida, com certeza vocês saberão”.

Assim como as respostas sobre chegadas e saídas, quando o assunto foi direcionado aos meninos da base, Mancini também pediu mais tempo para falar com mais propriedade.

“Já conheço todos, mas há necessidade de você integrá-los para que eles possam mostrar se já estão adaptados, amadurecidos, é um processo que às vezes demora um pouquinho. O mais importante é que a porta está escancarada para eles e eu espero, sinceramente, que eles aproveitem isso, porque é uma possibilidade muito bacana para que a gente possa mudar um pouco a cara da equipe”.

Confira a entrevista coletiva de Vagner Mancini, na íntegra:

Análise do jogo

“Jogo tenso, de carga emocional muito alta, as duas equipes brigando em campo, jogo disputado. Na parte tática, o Corinthians foi extremamente aplicado, fez o que estava determinado, por isso teve uma boa participação. O Inter, claro, precisando se expor mais, mas acabou sendo neutralizado. Um jogo dentro do esperado, equilibrado, nós com oportunidades interessantes, alguns lances definidos pelo VAR, mas todas as decisões acertadas”.

Meninos que devem ter chance

“Não tenha dúvida que esses meninos integrarão o elenco dos profissionais, alguns já estão, mas não posso adiantar quais serão utilizados. Esse balanço vai ser feito a partir do momento que a gente tiver oportunidade para observá-los. Já conheço todos, mas há necessidade de você integrá-los para que eles possam mostrar se já estão adaptados, amadurecidos, é um processo que às vezes demora um pouquinho. O mais importante é que a porta está escancarada para eles e eu espero, sinceramente, que eles aproveitem isso, porque é uma possibilidade muito bacana para que a gente possa mudar um pouco a cara da equipe. Encerramos hoje o Brasileiro, não conseguimos alcançar a vaga à Libertadores, mas saímos daquela zona, melhoramos como time, segundo jogo que não tomamos gol, isso é importante, eles vão chegar com um time melhor”.

Destino de jogadores que voltam de empréstimo

“Temos, sim, alguns atletas que estarão retornando ao clube, assim como alguns já retornaram. O Janderson e o João foram meus atletas, mas disputam uma final no sábado, outros também retornarão e todos entrarão na semana seguinte naquilo que a gente vem anunciando. Serão feitas as trocas normais, ainda não decidimos o que vai acontecer, temos negociações em andamento, por isso queremos ter calma. Assim como o André Luis, não posso falar desses atletas que ainda não estão. Importante que todo mundo aguarde o momento certo para a informação ser passada. A partir do momento que a lista for definida, com certeza vocês saberão”.

Situação de Luan

“Não houve desistência nenhuma, o atleta já vem há 60 dias com incômodo nos adutores, foi agravado um pouco em função de algumas queixas dos atletas, achamos melhorar tirar para esse jogo, mas não desisti do jogador e não posso desistir de ninguém”.

Liberação de Michel

“Foi opção minha não entrar. O Bruno já fez grandes jogos pela seleção uruguaia de lateral, foi uma situação onde eu queria elevar estatura. Foi uma opção do treinador não vir o Michel”.

Contratação e explicação sobre Jonathan Cafú

“Eu li a entrevista do Roberto e ele foi extremamente sincero, porque ele não estava no clube, então, ele não pode falar de uma coisa que ele não acompanhou. A verdade, e eu já respondi essas perguntas, mas vou voltar a falar porque acho sempre importante pontuar as coisas certas nas medidas certas. Todos aqueles atletas que entram ou saem do Corinthians, a gente decide junto. Não é o treinador, o presidente, o executivo, o diretor. temos uma equipe, que trabalha, que analisa. Temos uma equipe no Cifut, que analisa, pondera. Sou extremamente participativo, como todos que dirigem o clube. O Cafú teve as oportunidades dele, assim como tenho outras opções. Diante disso, tomamos a decisão que achamos mais justo, coerente, tentando ser o mais claro possível, não só aqui como no dia-a-dia com os atletas”.

Situação de André Luis

“Ele ainda não está integrado. Ele está fazendo um trabalho à parte para recuperar sua forma física, ele chegou muito abaixo do ideal. Já o vi nos treinos físicos, mas não posso de maneira alguma apontar qualquer tipo de opinião, porque não o vi no campo. Já o enfrentei, mas uma coisa é analisar como adversário, outra coisa é encaixar na sua metodologia. Parece besteira, enrolação, mas não é. Eles têm, sim, de estarem adaptados. Brevemente, vamos falar sobre isso”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.