Esportes

Luccas Claro analisa derrota do Fluminense para o Palmeiras

Gazeta
Gazeta Esportiva

15 de novembro de 2020 - 00:07 - Atualizado em 15 de novembro de 2020 - 01:30

O primeiro gol do Palmeiras desestabilizou o Fluminense e foi decisivo para a derrota do clube carioca, neste sábado, por 2 a 0, no Allianz Parque, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Verdão abriu o placar em cobrança de pênalti de Raphael Veiga. A marcação é contestada pelo Tricolor. Na avaliação de Luccas Claro, o time sentiu o gol.

“Foi jogo contra um time qualificado, que vinha marcando bem. Fazíamos um bom primeiro tempo, com as duas equipes correndo em busca do gol. Aí houve o lance do pênalti, que não vi, não sei se foi correto. Aí ficamos nervosos. Com isto, eles usaram o contra-ataque, e ficou mais difícil de achar as chances como conseguimos no primeiro tempo”, avaliou Luccas Claro.

No começo do segundo tempo, após cruzamento, a bola bateu na mão de Wellington Silva. A arbitragem marcou pênalti. Raphael Veiga colocou o Palmeiras na frente. Depois, o próprio Veiga ampliou e definiu o placar.

Apesar de toda a luta, o Fluminense não conseguiu diminuir e amargou a segunda derrota seguida no Brasileiro. Com o resultado, o Flu caiu para a oitava colocação.

Fluminense mira recuperação

O Tricolor piora o desempenho em relação ao primeiro turno, quando perdeu para o Grêmio, no Sul, e empatou com o Palmeiras no Maracanã. Na sequência, venceu o Internacional. O Flu quer se recuperar mais uma vez contra o clube gaúcho.

“É como aconteceu no primeiro turno. Ainda não somamos. De qualquer forma, estamos ali. É dar sequência. Nós nos recuperamos contra o Inter anteriormente. É trabalharmos bastante, para jogarmos bem diante deles”, finalizou Luccas Claro.

O Fluminense volta a campo no próximo domingo e enfrenta o Internacional, no Beira-Rio, às 18h15.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.