Corinthians

Luan cresce de produtividade em novo esquema tático de Mancini no Corinthians

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de maio de 2021 - 06:00 - Atualizado em 8 de maio de 2021 - 06:15

Depois de um frustrante ano de 2020, o meia Luan parece enfim ter se reencontrado com o bom futebol. E essa evolução pode ser explicada, principalmente, pela mudança tática do Corinthians.

Nos últimos dois jogos, o técnico Vagner Mancini optou por montar o Timão no esquema 3-4-1-2, ou seja, com três zagueiros e os laterais atuando como alas, com mais liberdade para apoiar o ataque.

Dessa forma, Luan acabou ganhando mais liberdade no meio de campo. Protegido por dois volantes, o camisa 7 vêm encontrando mais espaço nos últimos embates, já que a marcação adversária fica mais espaçada em campo devido ao apoio dos alas nas extremidades, e isso facilita o seu estilo de jogo, de posse de bola e chegada na área.

Além disso, o meia não precisa mais ir buscar a bola nos pés dos zagueiros neste esquema. Ele fica posicionado nas costas dos atacantes rivais e na frente dos volantes, na chamada “entrelinha”. Ao receber a bola, ele conta com a ajuda dos laterais e dos atacantes para tabelar e criar chances reais de gol.

O próprio jogador, inclusive, destacou que está se sentindo mais a vontade nessa nova formação.

“Eu não jogo só em uma posição. Acho que consigo fazer outras posições na frente, me movimentar bastante. Com três (zagueiros) facilitou um pouco a minha movimentação, a gente abre mais espaço ali na frente. Estou confiante, voltando a minha confiança”, disse.

Nos últimos dois jogos, Luan marcou três gols, sendo um contra o São Paulo, pelo Paulistão, e dois contra o Sport Huancayo, pela Sul-Americana.

E a tendência é que Mancini siga apostado no esquema tático com três zagueiros. Após a vitória de 3 a 0 sobre o Huancayo, o comandante destacou que gostou da mudança.

“A equipe deu uma resposta muito significativa hoje e contra o São Paulo. Diante do momento, temos que usar esse esquema. Não quer dizer que em algum momento não podemos usar uma linha com quatro defensores, mas neste momento é significativo para a equipe jogar melhor. Essa mudança foi importante no aspecto tático, deu uma conotação diferente. O time ficou mais agressivo. Isso requer ajustes para melhorarmos a cada jogo. Mas o Corinthians definitivamente encontrou uma maneira mais eficaz de jogar”, comentou.

O Corinthians volta a campo agora no próximo domingo, diante do Novorizontino, pela última rodada primeira fase do Campeonato Paulista. A tendênci, no entanto, é que o time seja reserva devido a maratona de jogos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.