Chapecoense

Lesão grave no tornozelo tira Moccelin dos gramados e desfalca a Chape por tempo indeterminado

Gazeta
Gazeta Esportiva

22 de janeiro de 2021 - 12:22 - Atualizado em 22 de janeiro de 2021 - 12:45

O confronto entre Chapecoense e Ponte Preta na última quinta-feira, na arena Condá, foi marcado por um lance forte envolvendo Paulinho Moccelin e Oboró, jogadores da Chape e da Macaca, em uma bola dividida. O atacante do Verdão saiu em desvantagem na disputa porque ficou com o tornozelo preso no gramado. A Chapecoense informou, nesta sexta-feira, a gravidade da lesão: fratura da fíbula esquerda e rompimento dos ligamentos do tornozelo.

O lance foi aos 40 minutos do segundo tempo, quando a partida ainda estava 0 a 0. O atacante da Chape caiu no gramado após o choque e pediu por atendimento médico urgente. O jogador da Ponte recebeu cartão amarelo pela dividida, e Moccelin precisou sair de ambulância do estádio para ir diretamente para o hospital.

A Chape venceu o jogo por 1 a 0, gol de pênalti no final. A Ponte já estava com um jogador a menos desde os 39 minutos do primeiro tempo. Sem mais alterações, a Chape ficou na mesma situação com a lesão de Moccelin. O atacante passará por cirurgia e fará recuperação com o departamento médico da Chapecoense, que ainda não tem previsão de volta aos gramados.

Com a vitória, e o empate do América-MG contra o Brasil de Pelotas, a Chape assumiu a ponta da tabela. Os catarinenses voltam a campo na segunda-feira, contra o Operário-PR.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.