Bragantino

Léo Ortiz destaca bom momento no Bragantino: “Melhor fase da carreira”

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de maio de 2021 - 15:54 - Atualizado em 28 de maio de 2021 - 16:00

Desde que chegou ao Red Bull Brasil, no início de 2019, o zagueiro Léo Ortiz se destacou como um dos principais jogadores da equipe e um dos líderes do elenco. Quando a empresa austríaca passou a administrar o Bragantino, naquele mesmo ano, o defensor seguiu para Bragança Paulista para ser um dos pilares do projeto dentro e fora de campo. O tempo passou e o atleta continua aumentando, cada vez mais, a sua influência positiva no time.

Em 2021, vivendo a sua terceira temporada com a camisa do Massa Bruta, Léo Ortiz continuou atuando em alto nível e se consolidou como um dos principais jogadores da posição no país. Com muito mérito, após liderar a defesa menos vazada da primeira fase do Campeonato Paulista, que sofreu apenas sete gols em 12 partidas, entrou para a seleção da competição estadual.

“Eu sempre prezo pela coletividade e o que mais importa no futebol são as conquistas do grupo, mas é bacana saber que meus próprios colegas de profissão, além dos treinadores e jornalistas, me escolheram para a seleção de um campeonato tão difícil e com ótimos jogadores como o Paulista. É sinal de que o trabalho está sendo valorizado e reconhecido. Estou vivendo a melhor fase da minha carreira e nada disso seria possível sem a ajuda dos meus companheiros e o apoio da nossa comissão técnica. Além, é claro, da organização e seriedade da nossa diretoria. É um trabalho conjunto e todos fazem parte disso”, ressaltou.

Um dia após ter sido eleito o melhor defensor do Paulista, ao lado de Miranda, Léo Ortiz entrou em campo com a difícil missão de classificar o Red Bull Bragantino na Copa Sul-Americana. Mesmo jogando fora de casa e precisando vencer, a equipe atuou com muita maturidade, superou o Tolima-COL, por 2 a 1, na Venezuela, e se garantiu entre os oito melhores clubes do torneio continental, que irão disputar as oitavas de final juntamente com os oito melhores terceiros colocados da fase de grupos da Copa Libertadores da América.

“É mais um momento marcante que estamos vivendo. Sabíamos da dificuldade que teríamos, pois só um time avançaria para a próxima fase, mas nos ajeitamos durante as partidas, conseguimos vencer equipes tradicionais e conquistamos a vaga com muita competência. Agora, temos que manter o mesmo nível técnico porque acredito no nosso grupo e vejo a gente com totais condições de chegar ainda mais longe e até brigar pelo título”, afirmou.

Após garantir vaga nas oitavas da Copa Sul-Americana, o time comandado por Maurício Barbieri já mudou o foco para a estreia no Campeonato Brasileiro, marcada para este domingo, contra a Chapecoense, às 18h15 (de Brasília), na Arena Condá.

Depois de ter terminado o Brasileirão de 2020, que marcou a volta do time à elite da competição nacional após 22 anos, na 10ª colocação, a expectativa para 2021 é por uma campanha ainda melhor.

“Nossa expectativa para este ano é a melhor possível. Em 2020, o clube estava voltando a disputar a Série A depois de muitos anos. Fomos crescendo no decorrer da competição e terminamos com a vaga para a Sul-Americana, mas com um gostinho de que poderíamos ter ido ainda melhor. Mantivemos a base do nosso elenco e estamos ainda mais fortes e preparados para brigar por coisas maiores dentro do torneio”, analisou o jogador.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.