Bahia

Laudo encomendado pelo Bahia aponta que Ramírez não chamou BH de “seu negro”

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de dezembro de 2020 - 22:17 - Atualizado em 23 de dezembro de 2020 - 22:30

O Bahia segue investigando os episódios envolvendo Ramírez na partida contra o Flamengo, no último domingo. Dessa vez, um laudo encomendado pelo clube nordestino apontou que o jogador do Esquadrão não chamou Bruno Henrique de “seu negro”, como havia circulado na internet.

A informação foi publicada inicialmente pelo ge. De acordo com o documento elaborado por especialistas em leitura labial, Ramírez se dirige a Bruno Henrique e diz: “Tá quanto?”. A discussão entre os dois ocorreu aos 20 minutos do segundo momento, quando o Bahia derrotava os cariocas por 3 a 2.

Vale lembrar que o epicentro do caso envolvendo Ramírez é a acusação de que o colombiano teria se dirigido a Gerson e dito “cala a boca, negro”. O jogador do Bahia nega que tenha proferido essas palavras e ainda acusa Bruno Henrique de ter lhe chamado de “gringo de merd*”.

Nesta quarta-feira, Gerson concedeu entrevista para a FlaTV e reforçou o episódio envolvendo Ramírez. O volante do Flamengo afirmou que “nunca esquecerá esse dia”.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.