Bastidores

Laser da NBA, novos aparelhos e mais: veja detalhes da modernização planejada pelo Tricolor

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de setembro de 2021 - 06:00 - Atualizado em 28 de setembro de 2021 - 06:30

O São Paulo anunciou no último sábado, em reunião do Conselho Deliberativo, a modernização de toda a área de saúde do clube, envolvendo não só o futebol profissional masculino, mas também o feminino, as categorias de base, o basquete masculino e o vôlei feminino.

O Dr. Turíbio Leite de Barros é o grande responsável por essa reformulação. O profissional trabalhou no São Paulo por mais de duas décadas e foi quem implementou o Reffis, departamento que por muitos anos foi referência não só a nível nacional, mas também internacional.

Turíbio já conseguiu, sem custos, quatro novos aparelhos para o São Paulo: uma câmara hiperbárica, que acelera a recuperação muscular, além de auxiliar no tratamento de lesões, um simulador de corrida, uma cadeira flexora e um rotary calf.

O São Paulo também deverá contar em breve com um equipamento a laser que já é usado na NFL e NBA e que abrevia em 50% o tempo de recuperação de lesões. O aparelho do qual o Tricolor dispõe atualmente faz essa recuperação em cerca de 15 a 20 dias.

Formado em ciências biomédicas pela Escola Paulista de Medicina (Unifesp), Turíbio Leite de Barros tem mais de 148 artigos científicos publicados e foi quem fundou o setor de fisiologia do São Paulo. No clube o profissional conquistou cinco campeonatos brasileiros, três Libertadores, três Mundiais de Clubes, além de ter sido fisiologista da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1994. Atualmente ele atua como consultor de uma empresa de suplementos norte-americana.

Além dos quatro equipamentos conseguidos por Turíbio sem custos ao São Paulo, o presidente Julio Casares também anunciou que o marketing fechou uma parceria com uma empresa de aparelhos de ginástica para modernizar toda a sala de academia do CT da Barra Funda e também de Cotia. A tendência é que em dezembro as novas aparelhagens sejam instaladas.

Vale lembrar que toda a área de saúde do São Paulo será coordenada pela DEM (Divisão de Excelência Médica), que vai se reportar diretamente ao presidente Julio Casares. A intenção é que os diferentes departamentos trabalhem de maneira integrada, com diretrizes e procedimentos bem definidos. Internamente há o entendimento que, hoje, as áreas de fisiologia, fisioterapia e preparação física não atuam dessa forma.