Esportes

Justiça vai contra recurso da CBF e jogo entre Palmeiras e Flamengo segue suspenso

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de setembro de 2020 - 12:37 - Atualizado em 27 de setembro de 2020 - 12:45

A CBF tentou recurso no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT-RJ) para reverter a suspensão da partida entre Palmeiras e Flamengo, marcada para hoje, domingo (27), às 16h00, no Allianz Parque. Contudo, o Tribunal indeferiu o mandando da entidade e o confronto segue adiado.

Havia chegado originalmente à decisão de não ter jogo após o Sindeclubes, sindicato que representa funcionários de clubes do Rio de Janeiro, entrar com uma ação alegando que haveria “risco elevado de contágio” e que não teria como os funcionários, não apenas os jogadores, trabalharem com segurança.

Segundo José Pinheiro dos Santos, presidente do Sindicato e funcionário da segurança do Flamengo, o Sindeclubes entrou com a ação por pedido dos funcionários do clube carioca. Com este pedido indeferido, cabe à CBF buscar recurso na próxima instância jurídica, no Tribunal Superior do Trabalho (TST).

O argumento que a entidade máxima do futebol brasileiro havia dado era que o caso com o Flamengo seria “um fato isolado, que não pode ser imputado ao Campeonato Brasileiro de Futebol”. Porém, a desembargadora Maria Helena Motta não achou as justificativas suficientes e em sua decisão alegou que há outras pessoas envolvidas no jogo, além dos jogadores, que podem correr o risco de serem contaminadas. Além disso, ela colocou a possibilidade da transmissão enquanto o vírus está em período de incubação, ou seja, quando a pessoas está com covid-19, mas os testes não conseguem mostrar.

A delegação do Flamengo está em São Paulo desde sábado (26) e permanece com a programação normal caso haja alguma reviravolta na situação em que seja necessário entrar em campo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.