Campeonatos

Justiça concede liminar e impede posse de conselheiros no Vasco

Gazeta
Gazeta Esportiva

22 de janeiro de 2021 - 16:33 - Atualizado em 22 de janeiro de 2021 - 18:00

A eleição do Vasco ganhou mais um capítulo nesta sexta-feira: o juiz Paulo Roberto Correa, da 8ª Vara Cível do Rio de Janeiro, concedeu liminar que impede a posse dos novos conselheiros do clube.

Além dos conselheiros, havia a expectativa da posse de Jorge Salgado como novo presidente, mas a liminar impede qualquer mudança e mantém Alexandre Campello como mandatário até nova decisão.

Paulo Roberto Correa é sócio-proprietário do Vasco e, por conta disso, o departamento jurídico do clube já havia requisitado a saída do juiz do caso.

Agora, o Vasco vai tentar derrubar a liminar para poder reagendar a posse dos novos conselheiros. Os eleitos devem defender Jorge Salgado como novo presidente cruzmaltino.

O candidato Leven Siano, que foi derrotado por Salgado na Justiça, utilizou as redes sociais para comentar o fato. “Sigo confiando na Justiça, pronto e preparado para servir o clube e dar alegrias aos milhões de vascaínos que seguem comigo nessa jornada. O pensamento cria, o desejo atrai e a fé realiza. Todos Somamos”, publicou.

Leven havia afirmado que aceitaria a decisão da Justiça, mas mudou de ideia.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.