América-MG

Juninho Valoura reclama da arbitragem em empate com o Internacional: “Lamentável”

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de junho de 2021 - 23:32 - Atualizado em 28 de junho de 2021 - 00:01

Em jogo marcado por lances polêmicos, os jogadores do América-MG saíram de campo insatisfeitos com o empate por 1 a 1 com o Internacional no Brasileirão. Após o jogo, Juninho Valoura reclamou da atuação de Bráulio da Silva Machado, o árbitro do jogo.

“Eu acho que se teve um erro aqui foi do Bráulio. Eu não gosto de reclamar de arbitragem. Se for procurar no meu histórico eu acho que nunca reclamei de arbitragem, mas acho que hoje foi lamentável”, declarou o camisa 7 ao GE.

Valoura falou sobre o segundo gol de Ribamar anulado pela arbitragem. No lance em questão, o VAR apontou que Alan Ruschel dominou a bola com a ajuda do braço antes de cruzar para a cabeça do camisa 9 do América-MG.

“Primeiro o Alan (Ruschel) domina com o peito. Isso aqui pra mim não é mão. O domínio é no peito”, analisou.

Por fim, o meio campista do América-MG reclamou de um toque de mão do atacante Thiago Galhardo no lance anterior ao gol de empate do Internacional. A bola tocou no braço do atacante colorado enquanto ele se apoiava no chão, após dar um carrinho.

“Depois, o rapaz foi no clube fazer a palestra pra gente. Explicou que se estiver com o braço apoiado é legal. Agora, ele pular e dar o carrinho com os braços abertos, pra mim ele está ampliando o corpo dele. Pra mim é mão, é claro. A gente viu na televisão ali”, disse.

“Nós estamos em uma sequência ruim de resultados e hoje, na minha concepção, fizemos um grande jogo. Poderíamos até ter vencido com uma certa facilidade, com todo o respeito à equipe do Inter. Mas agora falar pra mim que aquilo não é mão, eu devo estar ficando maluco”, finalizou o jogador do América-MG.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.