Esportes

Jornais portugueses exaltam Abel Ferreira após título do Palmeiras

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de janeiro de 2021 - 20:15 - Atualizado em 30 de janeiro de 2021 - 21:30

Após o Palmeiras derrotar o Santos por 1 a 0 e conquistar a Copa Libertadores da América de 2020, os principais jornais esportivos portugueses fizeram questão de exaltar o trabalho do técnico Abel Ferreira à frente do Verdão.

Veículos como “Record”, “A bola” e “O jogo” deram destaque ao fato de Abel se tornar o segundo comandante português a levantar o troféu do torneio continental. Na última edição, Jorge Jesus se sagrou campeão com o Flamengo depois de bater o River Plate na decisão.

“Abel Ferreira faz história! O técnico português conquista a Taça Libertadores ao serviço do Palmeiras ao vencer por 1a 0 uma final dramática frente ao Santos com um gol aos 90+9’! Depois de Jorge Jesus, no Flamengo, no ano passado, Abel torna-se no segundo português a conduzir uma equipa ao título da Libertadores!”, escreveu o “Record”.

Já o “O jogo” também deu enfoque ao modo como o treinador alviverde comemorou o título. Logo após o apito final do árbitro, Abel não escondeu a sua emoção e foi às lágrimas. Em entrevista coletiva, o técnico de 42 anos explicou os motivos de seu choro.

“Ninguém ganha sozinho no futebol. Ninguém ganha sozinho. Os jogadores falam comigo, falam com psicólogos, falam com pessoal da cozinha. Era a minha família, vivi lá. Sou muito melhor treinador, mas sou pior tio, pior irmão, pois deixei minha família lá. Vocês não sabem o quanto chorei sozinho de saudade. Chorei muito e sai do campo para ninguém ver o quanto estava chorando. Adoro minhas filhas e esposa e atravessei o Atlântico antes de uma coisa acontecer”, comentou.

Além de Abel, a comissão técnica do Palmeiras também conta com outros portugueses, como os auxiliares Carlos Martinho e Vítor Castanheira, o analista de desempenho Tiago Costa e o preparador físico João Martins.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.