Bastidores

Jogo em Salvador há 81 anos teve morte e gol de número 2 mil do Santos

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Jogo em Salvador há 81 anos teve morte e gol de número 2 mil do Santos

30 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 30 de abril de 2020 - 00:00

Gradim fez o gol de número 2 mil da história do Santos (Foto: Reprodução/Site SFC)

O Santos fez o gol de número dois mil de sua história há exatos 81 anos, em Salvador, contra o Ypiranga, durante excursão pela Bahia. Gradim foi quem entrou para a história.

E essa partida foi além da vitória do Peixe por 3 a 0 no dia 30 de abril de 1939, no Campo da Graça, para cerca de seis mil presentes. A história foi contada pelo Centro de Memória do Peixe. 

Tudo começou quando Incêndio fez pênalti e foi expulso árbitro Sanches Dias. O zagueiro se recusou a sair de campo e tentou agredir o juiz, que foi seguido por outros jogadores do Ypiranga.

O diretor esportivo do Ypiranga, Péricles Drumond, invadiu o campo e também foi para cima de Sanches dias. A polícia tentou defender o árbitro e, durante a confusão, um soldado foi baleado e morreu a caminho do hospita.

A Polícia Especial conseguiu limpar o campo, acalmar os ânimos e viabilizar a cobrança de pênalti de Gradim, o gol de número 2000 da história santista. Gradim foi o artilheiro do Santos entre 1937 e 1938 e foi o primeiro grande “Curinga da Vila”, capaz de atuar na defesa, lateral ou como centroavante.

O árbitro foi substituído, Incêndio continuou em campo e a segunda etapa terminou bem. O local da partida abriga atualmente um conjunto de torres residenciais.