Esportes

João Martins elogia atuação de Scarpa e explica substituição: “Já estava estipulado”

Gazeta
Gazeta Esportiva

2 de maio de 2021 - 23:07 - Atualizado em 2 de maio de 2021 - 23:30

Gustavo Scarpa foi a principal peça ofensiva do Palmeiras na vitória por 1 a 0 sobre o Santo André, neste domingo, pelo Campeonato Paulista. O meia participou das poucas chances criadas no primeiro tempo e ainda marcou o gol da vitória. Mesmo assim, acabou substituído no intervalo. O auxiliar técnico João Martins explicou a alteração.

“Normalmente o Scarpa costuma ser um meia-direita, e hoje achamos melhor que começasse na meia-esquerda. Isso faz com que ele consiga ter o pé mais forte. Teve um desempenho muito bom, marcou um belo gol. Tivemos que substituir no intervalo porque daqui dois dias tem mais um jogo. Tivemos que substituí-lo pelo Zé Rafael, já estava estipulado antes. Ficamos contentes com o desempenho do Scarpa hoje”, disse em entrevista coletiva após o jogo.

João Martins também falou sobre a função de Gabriel Menino. Volante de origem, a Cria da Academia tem atuado como ala-direita na nova formação com três zagueiros.

“O Gabriel (Menino) é um daqueles jogadores curingas que temos no nosso plantel. É volante de origem, joga de de volante, mas já na temporada passada jogou tanto como lateral-direito, como ponta-direito, como volante, ajudando em várias posições. No último jogo e neste necessitamos de sua ajuda aberto, na linha do corredor. Teve também um desempenho positivo. É onde precisamos dele, é onde ele tem que estar preparado para jogar”, afirmou.

Com o triunfo no Canindé, o Palmeiras segue na terceira colocação do Grupo C do Campeonato Paulista com 15 pontos, três a menos que o Novorizontino. Faltando duas rodadas para o fim da primeira fase da competição, João Martins acredita na classificação e garantiu que não se preocupa com a continuação da maratona de jogos caso o Alviverde garanta a vaga.

“Nós vivemos as coisas jogo a jogo. Depois, o calendário que nos vai dizer que jogadores estarão disponíveis e quem não estará. Vamos lutar jogo a jogo para passar, ganhar todos os jogos é a nossa obrigação, a obrigação do Palmeiras. Se conseguirmos a classificação, temos que ver os dias em que os jogos serão marcados e no dia do jogo, vão jogar os melhores que nos acharmos para aquele jogo”, concluiu.

O Palmeiras volta a campo na terça-feira para enfrentar o Defensa y Justicia, na Argentina, às 21h30 (de Brasília), pela terceira rodada da fase de grupos da Libertadores. Atual campeão do torneio continental, o Verdão lidera o Grupo A, com seis pontos.