Esportes

Jeferson vê entrosamento prejudicado, mas boa parte física dos atletas do Paraná

Tricolor teve duas semanas de treinamentos online por causa das medidas restritivas de combate a Covid-19

Mariana
Mariana Becker
Jeferson vê entrosamento prejudicado, mas boa parte física dos atletas do Paraná
(Créditos: Allexandre Fellipe/Paraná Clube)

14 de abril de 2021 - 20:56 - Atualizado em 14 de abril de 2021 - 20:57

O zagueiro do Paraná Clube, Jeferson esteve presente nas três partidas que o time disputou na temporada 2021. O Tricolor retornará à campo após um mês do último jogo. Os atletas ainda tiveram duas semanas de treinamentos online e o jogador vê boa parte física dos companheiros de equipe, mas entrosamento prejudicado.

“Tivemos uma sequência de três jogos, nosso time já estava encorpando e acabamos que tendo essa pausa forçada por conta do calendário do Paranaense e também por conta do Covid-19. Isso acabou prejudicando o entrosamento da equipe, mas a parte física eu acredito que todo mundo se cuidou, fizeram os treinamentos online e isso foi fundamental para a nosso período em casa, voltamos essa semana ao presencial e tem diferença já que todo mundo se cuidou e isso é importante. Agora é pensar dia a dia para atingir o nível que estávamos. “

Titular absoluto até o momento, Jeferson formou dupla com dois zagueiros diferentes e falou que o entrosamento com eles foi fácil por causa da experiência dos jogadores.

“Por conta do Micael e do Anderson Salles serem dois jogadores experientes facilita um pouco também a adaptação. Eu joguei com o Micael contra o Cianorte e contra o Cascavel e foi tranquilo, foi um bom entrosamento entre nós dois. No último jogo foi com o Anderson Salles que também é um excelente jogador, versátil e com isso quem ganha é o Paraná tendo jogadores com experiência e qualidade.”

O jogador tem experiência na Série C do Campeonato Brasileiro, na última temporada estava no elenco do Londrina que conquistou o retorno para a segunda divisão e falou sobre a competição que o Paraná Clube irá disputar esse ano.

“A Série C é um campeonato muito perigoso e além disso é muito disputado, para quem não sabe é um campeonato que não tem favorito, é um campeonato de igual para igual para todas as equipes. Acredito que nosso primeiro objetivo nosso é pensar jogo a jogo, a cada dia melhorar, pontuar em casa, é importante você conquistar os três pontos dentro de casa e jogo fora você também buscar ponto. Isso é o fundamental para a primeira fase, o importante é você pontuar jogo a jogo para poder pensar na classificação.” 

Para finalizar, o zagueiro ainda falou do experiente elenco formado para essa temporada e também sobre o técnico Maurílio, com quem já havia trabalhado.

“Jogadores já canchados, já com bagagem, isso ajuda muito também até pros mais novos, o Paraná tem muitos jogadores jovens e isso é fundamental pros jogadores que vem agregando o trabalho.”

“O professor é um treinador muito exigente, que não gosta de perder, ele é um cara que passa toda a experiência que teve como jogador pra nós. É aquele jeito dele, um jeito de saber trabalhar com o mental do jogador e isso é muito importante pra nós termos confiança em um treinador assim.”

O Paraná Clube retorna à campo no próximo dia 18 de abril, domingo, às 11h na Vila Capanema. Será o primeiro jogo do Tricolor em casa nessa temporada.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.