Esportes

Imprensa peruana critica juiz após derrota contra o Brasil: “Péssima arbitragem”

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de outubro de 2020 - 07:00 - Atualizado em 14 de outubro de 2020 - 07:15

O chileno Julio Bascuñan foi o responsável por apitar o confronto entre Brasil e Peru, travado na noite desta terça-feira, no Estádio Nacional de Lima. Após o triunfo de virada do time visitante pelas Eliminatórias, o árbitro acabou criticado pela imprensa local.

Bascuñan marcou dois pênaltis sobre Neymar e o segundo, cometido por Zambrano, foi motivo de reclamação dos peruanos dentro do gramado. Posteriormente, o atleta peruano ainda acabou expulso após lance com Richarlison, algo também lembrado pelos veículos de imprensa locais.

O peruano Depor condenou a arbitragem do chileno Julio Bascuñan em Lima (Imagem: Reprodução)

“Bascuñan rouba o show no Nacional e Brasil venceu por 4 a 2 o Peru”, publicou El Bocón, com uma foto do juiz da partida disputada em Lima. De acordo com o veículo, “O árbitro chileno só revisou o VAR para o Brasil, expulsou Zambrano e mais”.

“Escândalo! Peru caiu por 4 a 2 ante o Brasil com péssima arbitragem de Bascuñan”, publicou o Líbero. Assim como os outros veículos, o Depor também citou o chileno em seu título: “Com uma péssima arbitragem, Peru perdeu ante o Brasil pelas Eliminatórias”.

Escolhido para conceder entrevista no gramado logo após a partida, Casemiro aparentemente ouviu insultos a Julio Bascuñan no estádio e tomou a iniciativa de comentar o assunto. O meio-campista do Real Madrid pediu respeito ao árbitro e garantiu que algo do gênero dificilmente ocorreria na Europa.