Atlético-MG

Hulk vê empate com a Chapecoense como derrota e reclama da arbitragem

Gazeta
Gazeta Esportiva

21 de junho de 2021 - 22:13 - Atualizado em 21 de junho de 2021 - 22:15

Nesta segunda-feira, o Atlético-MG até saiu na frente da Chapecoense, mas levou o empate no segundo tempo e deixou o gramado do Mineirão com apenas um ponto. E na visão do Hulk, a igualdade de 1 a 1 pode ser considerada como uma derrota.

“A responsabilidade é toda nossa, perdemos o jogo, porque o empate em casa para nós é uma derrota. Temos que melhorar”, disse ao SporTV.

O atacante também aproveitou para reclamar da arbitragem de Rodolpho Toski Marques.

“A questão do árbitro eu digo que é preciso ter diálogo. Ele veio e disse que não quer que eu fique caindo. Depois ele me diz que eu dei carrinho por trás. Toda hora o árbitro diz para eu não ficar caindo. O fato de eu ser forte impede que eu sofra falta? Ah, pelo amor de Deus”, finalizou.

Com o empate, o Galo desperdiçou a chance de igualar a pontuação do líder Athletico-PR. O Alvinegro está com dez pontos, na quinta colocação. O Furacão, por sua vez, tem 12 (com um jogo a menos).

Agora, o time do técnico Cuca busca uma reação na próxima quinta-feira, às 19 horas (de Brasília), contra o Ceará, fora de casa.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.