Atlético Madrid

Há três anos, Atlético de Madrid se despedia do Vicente Calderón

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Há três anos, Atlético de Madrid se despedia do Vicente Calderón

21 de maio de 2020 - 00:00 - Atualizado em 21 de maio de 2020 - 00:00

Torres é ídolo da torcida do Atlético de Madrid (Foto: Divulgação/Atleti)

O dia 25 de maio de 2017 ficou marcado na história do Atlético de Madrid como uma data de despedida. Após cerca de 50 anos, a equipe fazia sua última partida no estádio Vicente Calderón, diante do Athletic Bilbao pela rodada de encerramento Campeonato Espanhol. O destaque do jogo foi o xodó da torcida Fernando Torres, que marcou em duas oportunidades.

Com o estádio lotado, o Atlético de Madrid começou a partida pressionando, e Fernando Torres balançou as redes duas vezes logo nos minutos inicias. Na segunda etapa, Iñaki Williams diminuiu para os visitantes, mas antes do apito final Angel Correa marcou e sacramentou a vitória dos Colchoneros por 3 a 1.

O resultado da partida era o fator menos importante para os torcedores. Afinal, o Atlético de Madrid já estava com a situação definida no Campeonato Espanhol, terminando em terceiro lugar. Após o término da partida, as homenagens seguiram e as pessoas demoraram para sair das arquibancadas.

Desde a despedida, o Atlético de Madrid manda seus jogos no estádio Wanda Metropolitano, que tem um perfil mais moderno e uma capacidade maior que a do Vicente Calderón.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.