Esportes

Há nove anos, bicampeão brasileiro Dagoberto se despedia do São Paulo

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de novembro de 2020 - 08:00 - Atualizado em 28 de novembro de 2020 - 12:15

Há exatos nove anos, um dos ídolos da história recente do São Paulo se despedia da torcida. No dia 27 de novembro de 2011, o atacante Dagoberto, bicampeão brasileiro pelo clube, disputou sua última partida com a camisa do Tricolor Paulista.

Comandado por Emerson Leão, o São Paulo enfrentou o Palmeiras, no Pacaembu, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro daquele ano. Com gol de Marcos Assunção, o Verdão saiu com a vitória por 1 a 0. Dagol, como é conhecido pelos tricolores, começou como titular e foi substituído por Marlos durante o jogo.

Com a relação entre jogador e diretoria estremecida, o atacante deixou a equipe paulista para fechar com o Internacional para a temporada de 2012. Ele ainda acumulou passagens por Cruzeiro, Vasco, Vitória e Londrina depois de defender as cores do clube do Morumbi.

Dagoberto foi contratado pelo São Paulo em 2007. Para ser adquirido, ele precisou conseguir na Justiça a sua liberação do Athletico-PR, mediante pagamento de R$ 5,4 milhões pela sua rescisão contratual. Muitos clubes se interessavam pelo atacante, mas ele já tinha como prioridade o Tricolor, que não demorou para fechar o negócio.

Durante os cinco anos pelo São Paulo, foram 241 jogos, com 61 gols marcados e dois títulos brasileiros (2007 e 2008) conquistados. Já aposentado, Dagoberto voltou a vestir a camisa são-paulina e ser destaque no final do ano passado, quando o clube promoveu um torneio de lendas.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.