Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

28 de maio de 2020 - 00:00

Atualizado em 28 de maio de 2020 - 00:00

Campeonato Espanhol

Há 15 anos, Owen marcava pela última vez em passagem frustrante pelo Real Madrid

Há 15 anos, Owen marcava pela última vez em passagem frustrante pelo Real Madrid

Esta quinta-feira, dia 28 de maio de 2020, marca o aniversário de 15 anos do último gol de Michael Owen com a camisa do Real Madrid. O “Golden Boy”, como era conhecido, chegou ao Santiago Bernabéu sob grandes expectativas, mas não teve o mesmo brilho dos anos anteriores.

Revelado pelo Liverpool em 1996, Owen rapidamente se tornou uma estrela do futebol inglês, com seu estilo veloz e driblador. As boas atuações no Campeonato Inglês o levaram para a Copa do Mundo de 1998, na qual ele marcou um gol antológico sobre a Argentina, tido até hoje como um dos mais plásticos da história do torneio.

Passagem de Owen no Real Madrid não correspondeu às expectativas (Foto: Divulgação/LaLiga)

A carreira meteórica teve seu auge em 2001, quando ele recebeu Bola de Ouro de melhor do mundo. Em 2004, foi contratado pelo Real para fazer parte do badalado time dos Galáticos. O desempenho, porém, foi abaixo do esperado. Deixou os Merengues em 2005 rumo ao Newcastle, após apenas uma temporada, 45 jogos, 16 gols e nenhum título.

O tento derradeiro, que completa uma década e meia nesta quinta, foi o primeiro da equipe na vitória por 3 a 1 contra o Real Zaragoza, na LaLiga, em bela assistência de Zinedine Zidane.

Owen teve dificuldades em se adaptar ao futebol e a cultura do país, e também sofreu para entrar em boa forma física. As lesões foram um fator importante em sua vida desde o início da carreira, e também foram a principal causa de sua precoce aposentadoria, em 2013, com apenas 33 anos de idade.