Esportes

Gómez diz que final da Libertadores era meta ao chegar no Palmeiras: “Um sonho”

Gazeta
Gazeta Esportiva

26 de janeiro de 2021 - 18:47 - Atualizado em 26 de janeiro de 2021 - 20:15

O zagueiro Gustavo Gómez é um dos pilares do Palmeiras desde que foi anunciado oficialmente em agosto de 2018. Titular absoluto do Verdão, o paraguaio já faturou um Campeonato Brasileiro e um Paulistão pelo clube. Agora, o defensor visa o título da Libertadores.

Em entrevista para a Conmebol, Gómez afirmou que chegar na final do torneio continental era um de seus principais objetivos desde que foi contratado pelo Alviverde. Neste sábado, o camisa 15 vai poder atingir sua meta ao enfrentar o Santos, às 17h (de Brasília), no Maracanã.

“A verdade é que é um sonho. Você sempre trabalha por isso, pelos sonhos. Graças a Deus, com esforço e dedicação, com a ajuda da minha equipe, com as pessoas que estão do meu lado, minha família, vou conquistando coisas que me proponho. A ideia de quando vim para o Palmeiras era essa, de chegar à final da Libertadores e por sorte esse ano aconteceu. Estamos muito perto do título, a 90 minutos, vamos fazer todo o possível para poder ganhar. Vai ser um sonho”, afirmou.

O zagueiro também disse que sabe da importância da final para o Palmeiras. De acordo com o jogador de 27 anos, o time comandado por Abel Ferreira está pronto para o clássico e contará com o apoio dos torcedores do Paraguai.

“É um sonho, vai ser uma das partidas mais importantes que já joguei. Para o clube também, depois de muitos anos chegar a uma final de Libertadores. Sabemos da importância. Nossa equipe vem bem e sabemos da importância do jogo de sábado”, destacou,

“A verdade é que é um orgulho jogar uma final, minha família também está muito feliz. Também sinto o apoio de toda gente do Paraguai, estão muito contentes que um compatriota está numa final. E oxalá, Deus queira, possamos levantar esse tão sonhado troféu, esse título tão importante como a Libertadores, e poder dedicar à toda minha gente do Paraguai, que sempre me apoia”, completou.

Gómez ainda comentou sobre a importância da decisão ser realizada no Maracanã, considerado por muitos o templo do futebol brasileiro.

“Por isso também, ter esse ingrediente a mais de jogar num estádio histórico, a nível mundial e oxalá ganhemos o campeonato. Vamos fazer todo possível, estamos mentalizados, preparando da melhor maneira esses dias. Na semana vamos preparar da melhor maneira, com muita seriedade, fazer todo o possível para conquistar o título”, disse.

Por fim, Gustavo Gómez falou sobre a sua primeira memória com a Libertadores. O defensor lembrou o título do Olímpia em 2002, ocasião em que tinha apenas nove anos de idade.

“Eu me lembro que quando era criança, estava na minha cidade, em San Juan Bautista, e como não entendia, não me lembro de muita coisa, mas se escutava os fogos de artifício, bombas, de quando o Olimpia foi campeão em 2002. E de muito pequeno, escutei falar de muitos torneios, mais ainda da Libertadores. Por sorte essas lembranças estão vindo na minha cabeça e estou com muita expectativa de poder ganhar a Libertadores”, finalizou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.