Atlético-MG

Galo é condenado a pagar multa para dupla de jogadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de abril de 2021 - 20:02 - Atualizado em 13 de abril de 2021 - 20:15

A semana não começou bem para o Atlético-MG dentro e fora de campo. Após perder o clássico para o Cruzeiro, por 1 a 0, o Galo foi condenado a pagar R$ 750 mil para o ex-jogador do clube Rafael Carioca e R$ 4 milhões para Adílson.

O clube mineiro foi condenado a pagar exatamente R$ 4,115 milhões ao ex-volante Adílson na última segunda-feira. O valor em questão cobre os salários e FGTS do período entre agosto e dezembro de 2019 e todo o ano de 2020.

Após o anúncio de demissão do jogador, que foi diagnosticado com problema cardíaco, Adílson assumiu o cargo de auxiliar técnico do clube.

Bruno Cantini/Atlético-MG

Hoje jogador do Tigres, do México, Rafael Carioca passou pelo Atlético-MG entre 2014 e 2017. Em primeira instância, o Atlético foi condenado a pagar R$ 750 mil ao ex-jogador – cabe recurso.

Rafael Carioca pedia um total de R$ 2.884.967,72 por gratificações natalinas, férias com o terço e FGTS referidas ao anos de 2014/2015, 2015/2016 e 2016/2017.

O jogador acionou o clube ainda em 2019 – o Atlético já havia sido condenado a pagar o mesmo valor anteriormente, mas a sentença foi anulada com o processo ocorrendo novamente nesta terça-feira.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.