Esportes

Galiotte fala a falta de reforços no Palmeiras: “Contratar não é tão simples”

Gazeta
Gazeta Esportiva

18 de junho de 2021 - 17:32 - Atualizado em 18 de junho de 2021 - 18:01

Nesta sexta-feira, o presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, comentou sobre o mercado pouco movimentado do clube na temporada. Até o momento, a única contratação foi Danilo Barbosa, que chegou por empréstimo do Nice, da França.

Galiotte falou sobre o longo processo envolvido na busca por reforços e destacou a importância de ser responsável financeiramente.

“Importante falar ao torcedor. Todos os times no mundo precisam de reforços, o Palmeiras não é diferente. Mas vocês veem exemplos de vários clubes no Brasil que acabam fazendo coisas em termos de investimento e comprometem o clube por vários anos”, afirmou em entrevista para a Rádio 9 de julho.

“O fato é que contratar não é tão simples. Precisamos de algumas avaliações. Primeiro temos de entender onde está a carência. Depois desta análise, vemos se nas categorias de base temos jogadores para atender a demanda. Então vamos ao mercado e aí precisamos de muita responsabilidade”, completou.

Galiotte ainda citou aspectos que dificultam a compra de jogadores. A eleição presidencial do Palmeiras está marcada para o final deste ano.

“O Allianz Parque está fechado, caíram Avanti e o número de sócios no clube, o que é natural pelas dificuldades. É um grupo ainda de qualidade, o mesmo que conquistou títulos na temporada passada. Temos de pensar em melhorar, em algo mais. Em ter sempre um time melhor do que o de hoje. Seria muito simples, faltam seis meses para acabar meu mandato. Sair contratando seria irresponsável de minha parte, porque criaria um problema para o Palmeiras. A situação financeira é delicada”, finalizou Galiotte.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.