Surf

Gabriel Medina assume liderança do ranking mundial

Briga pelo título fica acirrada com eliminação de Filipe Toledo e Ítalo Ferreira nas oitavas da segunda etapa australiana

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais com informações da World Surf League (WSL)
Gabriel Medina assume liderança do ranking mundial
Ao derrotar Caio Ibelli, o bicampeão garantiu a liderança (Foto: Divulgação/WSL)

20 de abril de 2021 - 09:15 - Atualizado em 20 de abril de 2021 - 09:15

Gabriel Medina assumiu a liderança do circuito mundial de surfe nesta segunda-feira (19).  A vitória contra o também brasileiro Caio Ibelli nas quartas de final e a eliminação do então líder, o potiguar Ítalo Ferreira, levaram o bicampeão mundial à liderança do ranking. Medina conta com 20.345 pontos, contra 19.405 de Ítalo, o segundo colocado. 

O mar fraco e as ondas inconsistentes não foram problema para Gabriel, que emplacou a nota mais alta da etapa até então, 9.00 em uma decolagem impecável. 

“Estou feliz por conseguir pegar boas ondas nas baterias. Estou me divertindo e focado, porque eu quero chegar na final”, disse Medina.

“Estou feliz pelas minhas notas e agora é esperar o último dia né, que vai ser irado. Graças a Deus está dando tudo certo até agora e esse evento aqui em Narrabeen está sendo incrível. Tem dado altas ondas, o lugar é maneiro e estou feliz por estar aqui”.

Gabriel Medina

Confira os melhores momentos do bicampeão mundial nas quartas de final:

O próximo adversário é o jovem australiano Morgan Cibilic, que vem desbancando nomes como John John Florence e Mick Fanning. No último encontro entre os dois, na etapa anterior, em Newcastle, porém, o brasileiro levou a melhor. 

Seleção brasileira

Dos quatro surfistas brasileiros que disputaram as baterias restantes da terceira fase no início do dia, o paranaense Yago Dora foi o único a avançar para as oitavas de final no duelo brasileiro com o conterrâneo Peterson Crisanto. O paulista Alex Ribeiro tinha acabado de perder para o sul-africano Jordy Smith. Depois, Mineirinho foi eliminado por Griffin Colapinto.

Foi nessa mesma praia de Narrabeen, que em 2003, Adriano ganhou o título mundial Pro Junior Sub-20 na época, com apenas 15 anos de idade.

O restante do dia, porém, não foi bom para o Brasil. Filipe Toledo era o favorito contra Frederico Morais, mas não conseguiu emplacar boas notas. Ele quebrou sua prancha ao meio quando tentou um aéreo e teve que sair do mar para pegar outra. No último minuto, achou uma onda boa para manobrar forte e virar o placar com a maior nota da bateria, 7,00. Mas, o português dá o troco na onda de trás e ganha 6,33 para garantir a vitória por 11,60 a 10,93 pontos.

O potiguar Jadson André mostrou sua garra habitual, mas o australiano Ethan Ewing pegou as melhores ondas para vencer por 10,97 a 9,70 pontos. Jadson, Filipe e Italo Ferreira, ficaram em nono lugar no evento, marcando 3.320 pontos no ranking.

Perna australiana

 As quatro etapas da nova “perna australiana” são apresentadas pela Corona. O Rip Curl Newcastle Cup terminou no sábado com Italo Ferreira ganhando a disputa pela liderança do ranking na final com Gabriel Medina. A segunda é o Rip Curl Narrabeen Classic, que começou na sexta-feira com prazo até 26 de abril para ser encerrado em Sidney, também em New South Wales. As outras serão na região de West Australia, o Boost Mobile Margaret River Pro de 02 a 12 de maio em Margaret River e o Rip Curl Rottnest Search de 16 a 26 de maio em Rottnest Island. 

Quartas de Final do Rip Curl Narrabeen Classic: 

1: Frederico Morais (PRT) x Ethan Ewing (AUS)

2: Gabriel Medina (BRA) x Morgan Cibilic (AUS)

3: Kanoa Igarashi (JPN) x Conner Coffin (EUA)

4: Yago Dora (BRA) x Griffin Colapinto (EUA)