Esportes

Gabriel admite ‘balançar’ por torcida, mas deixa futuro em aberto no Flamengo

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais

6 de dezembro de 2019 - 00:00 - Atualizado em 6 de dezembro de 2019 - 00:00

O grito de “Fica, Gabigol!” tomou conta do Maracanã após a goleada do Flamengo sobre o Avaí por 6 a 1, na noite desta quinta-feira, e balançou o artilheiro do Campeonato Brasileiro. Seu futuro, porém, continua indefinido.

Gabriel se mostrou feliz com o carinho recebido dos torcedores. “É muito especial estar no Maracanã com a torcida do Flamengo. É muito bom ver bandeiras com meu rosto. Estou curtindo bastante, estou muito feliz aqui e espero que esse carinho continue independentemente do que aconteça. Ainda não sei o que vai acontecer, mas estou curtindo”, afirmou o artilheiro do Brasileirão com 25 gols.

A situação não é tão simples. O atacante tem contrato com a Inter de Milão e o clube italiano quer negociá-lo em definitivo. As boas atuações pelo Flamengo deixaram Gabriel bastante valorizado, o que pode dificultar ainda mais sua permanência.

Outro que teve seu nome gritado pelos quase 70 mil torcedores no Maracanã foi o técnico Jorge Jesus. O treinador português também foi lembrado pelo meia Reinier, que entrou no segundo tempo e marcou dois gols.

“Ele (Jorge Jesus) tem uma importância muito grande para mim, principalmente nos treinos. Ele me ajuda bastante, me cobra. Ainda tenho muito o que evoluir”, comentou Reinier.

Campeão do Brasileirão com 90 pontos, o Flamengo deve encarar o Santos, no domingo, na Vila Belmiro, pela última rodada, com um time todo reserva. Isso porque no próximo dia 17 de dezembro, o time estreia no Mundial de Clubes.