Campeonato Carioca

Após tomar dois gols, Pedro garante o empate do Flamengo contra a Portuguesa-RJ

Já classificado, Flamengo segura o empate contra a Portuguesa pelo Cariocão

Guilherme
Guilherme Boller
Após tomar dois gols, Pedro garante o empate do Flamengo contra a Portuguesa-RJ
Autor de dois gols, Pedro garantiu o empate do Flamengo contra a Portuguesa-RJ (FOTO: Jorge Rodrigues/AGIF)

17 de abril de 2021 - 23:08 - Atualizado em 17 de abril de 2021 - 23:08

Pela 10ª rodada da Taça Guanabara, Portuguesa-RJ e Flamengo se enfrentaram na noite de sábado (17) no Estádio Luso-Brasileiro.

Sonhando com a classificação inédita para a semifinal do Cariocão, a Portuguesa abriu dois gols de vantagem ainda na primeira etapa, mas viu o Flamengo reagir e empatar no segundo tempo.

Já classificado, o empate foi o suficiente para o rubro-negro retomar a liderança provisória do campeonato. O resultado também mantém possível a chance de classificação do Vasco para a semifinal, que disputa a última vaga com a Lusa.

Portuguesa-RJ 2 x 2 Flamengo

Já classificado para as semifinais e pensando na estreia da Libertadores, o Flamengo veio a campo sem as suas principais peças para o confronto. Já a Portuguesa, buscando a classificação inédita, entrou pensando em garantir a última vaga para a próxima fase.

Dentro de campo, o que se viu foi uma partida muito movimentada e com as duas equipes chegando bastante ao ataque. O Flamengo até tratou de iniciar as ações ofensivas, mas não conseguiu furar a sólida defesa da Lusa.

A Portuguesa foi oportunista na primeira etapa e soube aproveitar as chances que criou. Aos 12 minutos, com um belo chute de Mauro Silva de fora da área, a equipe abriu o placar no Luso-brasileiro. Com o gol, os donos da casa adquiriram ainda mais confiança e seguiram pressionando o Flamengo.

Aos 27, foi a vez de Romarinho marcar o dele. Após boa jogada pela esquerda, Cafú cruzou na área, Emerson Carioca finalizou em cima da marcação, mas o camisa 10 foi certeiro e aproveitou a sobra de bola com um chute colocado no canto do gol para ampliar o placar.

Portuguesa começou melhor, mas não soube aproveitar a boa vantagem construída contra o Flamengo e ficou no empate (FOTO: Divulgação/Twitter Portuguesa-RJ)

Com a boa vantagem construída, a Portuguesa passou a jogar com o relógio. Ainda no primeiro, tempo fazia muita cera, demorando nas reposições de bola e irritando os jogadores flamenguistas.

Na volta para a segunda etapa, o Flamengo adiantou a marcação, impedindo a saída de bola da Portuguesa e criando as jogadas a partir do erro e da pressão exercida em cima da marcação. A tática deu certo e o rubro-negro foi mais perigoso nos 45 minutos finais da partida.

Aos 10 minutos, Michael cruzou pelo lado esquerdo e Pedro demonstrou categoria e inteligência para sair da marcação e, com o lado de fora do pé, diminuir o placar.

Sete minutos depois, Hugo Moura roubou a bola na saída de bola do adversário, deu para João Gomes que lançou para Pedro, livre na grande área, empatar o placar e dar números finais para a partida.

Já classificado, o Flamengo reassumiu a liderança provisória e seca o Volta Redonda para permanecer na ponta. Já a Portuguesa permanece na quarta posição e leva a disputa pela quarta vaga na semifinal para a última rodada da Taça Guanabara.

As duas equipes voltam a campo no próximo final de semana, pela última rodada da fase classificatória. Ainda sem data e horários definidos, Portuguesa e Flamengo jogarão em casa contra Volta Redonda e Boavista.

Ficha Técnica

Taça Guanabara
10ª rodada
Local: Estádio Luso-brasileiro – Rio de Janeiro/RJ
Horário: 21h05
Arbitragem: Rafael Martins de Sá, auxiliado por Daniel do Espírito Santo Parro e Fabiana Nobrega Pitta
Portuguesa-RJ: Negueti, Watson (Sidney), Pedro, Guerra e Luis Gustavo (Muniz); Wellington Cezar, Mauro Silva, Cafú (Pernão), Chay e Emerson Carioca (Douglas Skillo); Romarinho
Técnico: Felipe Surian
Gols: Mauro Silva (12/1ºT), Romarinho (27/1ºT), Pedro
Cartões amarelos: Luis Gustavo (25/1ºT), Emerson Carioca (45/1ºT) e Pedro (1/2ºT)
Flamengo: Hugo Souza, Matheuzinho, Rodrigo Caio (Bruno Viana), Gustavo Henrique e Renê; Hugo Moura, João Gomes (Thiaguinho), Vitinho (Mateus Lima), Michael e Pepê (Max); Pedro (Rodrigo Muniz)
Técnico: Rogério Ceni
Gols: Pedro (10/2ºT e 17/2ºT)
Cartões Amarelos: Gustavo Henrique (45/1ºT) e João Gomes (39/2ºT)

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.