Campeonato Carioca

Botafogo vira nos acréscimos e encosta no G-4

Nos minutos finais da partida, Fogão marcou dois gols que garantiram a vitória de virada contra o Nova Iguaçu

Gazeta
Gazeta Esportiva
Botafogo vira nos acréscimos e encosta no G-4

28 de março de 2021 - 20:17 - Atualizado em 29 de março de 2021 - 11:04

O Botafogo conseguiu uma impressionante reação nos minutos finais e saiu de Bacaxá com uma importante vitória. Depois de passar quase todo o segundo tempo perdendo por 1 a 0, o Alvinegro marcou aos 45 e aos 50 e fechou o placar em 2 a 1.

Vandinho abriu o placar para o Nova Iguaçu e Ênio e Marco Antônio decretaram a virada na partida que encerrou a sexta rodada do Campeonato Carioca.

A vitória deixou o Botafogo mais próximo da zona de classificação para às semifinais. Com 9 pontos, o Alvinegro está na sexta colocação, a um ponto do Madureira, o quarto.

Botafogo e Nova Iguaçu voltam a campo na próxima quarta-feira. O Alvinegro encara o Madureira no Giulite Coutinho, e o Laranja pega o Macaé, em Xerém.

O jogo – O primeiro tempo em Bacaxá foi equilibrado. O Botafogo levou ligeira vantagem na posse de bola e melhor na bola aérea. O Nova Iguaçu jogava de igual pra igual frente ao Alvinegro e era perigoso pelos lados do campo.

O jogo foi aberto e as duas equipes produziram algumas chances de gol. Na primeira, aos 11, o Nova Iguaçu teve Yan em profundidade pela direita. Ele entrou na área e chutou cruzado, Douglas Borges defendeu mas ninguém apareceu para aproveitar o rebote.

A melhor trama do Botafogo foi aos 13. Após boa tabela com toques de primeira pela direita, Paulo Victor cruza e a defesa rebate. Marcinho fica com a bola do lado esquerdo da área e levanta novamente. Felipe Ferreira tenta o chute mas bate em cima da defesa.

O Nova Iguaçu quase abriu o placar aos 44, em jogada de Luã pela direita. Ele cruza, Kayque dá bobeira na entrada da área e Rafinha acerta o chute. Mas a bola desvia e sai pela linha de fundo.

O Botafogo começou bem o segundo tempo e teve sua melhor chance no jogo até aquele momento, aos 4. Felipe Ferreira cobrou falta pelo alto na área e Gilvan cabeceou com muito perigo, mas para fora.

Dois minutos depois, o Nova Iguaçu abriu o placar. Vandinho recebe de Rafinha na entrada da área pela esquerda, a marcação dá espaço e ele arrisca pro gol e manda fora do alcance de Douglas Borges.

A equipe da Baixada quase ampliou aos 9. Em contra-ataque rápido, Luã recebeu lançamento e partiu em direção ao gol. Antes da conclusão, já na área, Jonathan bloqueia o chute.

Com a vantagem, o Nova Iguaçu recuou suas linhas e congestionou seu campo de defesa. Apesar disso, o Botafogo encontrava espaços e teve grandes oportunidades aos 23, com Babi, e aos 30, com Ênio. Mas ambos falharam na conclusão.

O Nova Iguaçu, enquanto isso, continuava levando perigo nas escapadas em velocidade.

A insistência alvinegra, entretanto, deu resultado aos 45 minutos. Bola levantada na área sobra para Ênio livre do lado esquerdo. O atacante bate por cobertura, a bola bate no travessão, nas costas de Vandinho e entra.

Aos 50, veio a virada. Babi tocou em profundidade para Navarro na direita, ele cruzou para trás rasteiro e Marco Antôni acertou o canto.

FICHA TÉCNICA

NOVA IGUAÇU 1 X 2 BOTAFOGO

Local: Estádio Elcyr Resende de Mendonça, em Saquarema (RJ)

Data: 28 de março de 2021, domingo

Hora: 18h (de Brasília)

Árbitro: Beatriz Oliveira Dantas

Assistentes: Rafael Gomes Rosa e Fabiana Nóbrega Pitta

Cartões amarelos: Luís Henrique, Yan, Vinícius Matheus, Luã, Canela (Nig); Gilvan (Bota)

NOVA IGUAÇU: Vandinho, aos 6 min do 2º tempo

BOTAFOGO: Ênio, aos 45, e Marco Antônio aos 50 min do 2º tempo

NOVA IGUAÇU: Luís Henrique, Digão (Vinícius Matheus), André Santos, Gilberto e Rafinha; Abuda, Vandinho, Dieguinho (Baggio) e Yan (Canela); Luã e Raphael Carioca (Künzel)

Técnico: Carlos Vítor

BOTAFOGO: Douglas Borges, Jonathan, Gilvan, Marcelo Benevenuto e Paulo Victor (Rafael Navarro); Kayque (Cesinha), Matheus Frizzo e Felipe Ferreira (Ronald); Marcinho (Ênio), Matheus Babi e Warley (Marco Antônio)

Técnico: Marcelo Chamusca