Brasileirão Série A

Coritiba empata com o Goiás e segue brigando na parte de baixo da tabela

Coritiba chegou a abrir dois gols de vantagem, sofreu a virada, mas buscou empate nos minutos finais da partida

Guilherme
Guilherme Boller
Coritiba empata com o Goiás e segue brigando na parte de baixo da tabela
Em jogo de muitos gols, Goiás e Coritiba ficaram apenas no empate (FOTO: Reprodução Twitter/Coritiba)

9 de setembro de 2020 - 20:41 - Atualizado em 9 de setembro de 2020 - 20:45

No duelo da parte de baixo da tabela, Goiás e Coritiba protagonizaram uma partida movimentada e com muitos gols na noite de quarta-feira. Com expulsões, pênaltis e ânimos quentes, o empate acabou sendo ruim para as duas equipes, que precisam somar pontos para se afastarem da zona de rebaixamento.

Com o placar de 3 a 3, Goiás e Coritiba não conseguem se distanciar do Z-4 e começam a viver situação complicada no campeonato. As duas equipes voltam a campo no próximo final de semana pela 10ª rodada do Brasileirão. O Goiás recebe o internacional, enquanto o Coritiba faz clássico contra o Athletico na Arena da Baixada.

De pênalti, Sabino garantiu o empate no fim da partida (FOTO: Reprodução Twitter/Coritiba)

GOIÁS 3 X 3 CORITBA

As duas equipes iniciaram a partida em situação delicada, dentro da zona de rebaixamento, e precisavam vencer para se afastarem da parte de baixo da tabela. O Coritiba iniciou melhor na primeira etapa e conseguiu abrir o placar logo no início de jogo com Robson, após boa jogada de William Matheus e Sassá.

O Coritiba dominava, fazia partida segura e ampliou o placar aos 37, após erro da defesa do Goiás. William Matheus aproveitou a bobeira da zaga e do goleiro Tadeu para marcar o segundo gol dos visitantes.

Entretanto, o que parecia ser uma partida tranquila para o Coritiba, começou a se transformar no final do primeiro tempo. Aos 44, William Matheus toca a bola com a mão dentro da grande área e comete pênalti, que é convertido por Rafael Moura a favor do Goiás.

Dois minutos depois, Rodolfo Filemon agride o adversário com um pontapé e toma o cartão vermelho direto pelo lance. O Coritiba terminou a primeira etapa com vantagem no placar, mas com um jogador a menos na partida.

Robson foi o autor do primeiro gol do Verdão na partida (FOTO: Reprodução Twitter/Coritiba)

Na volta para a segunda etapa, o Coxa ainda conseguiu dominar nos instantes iniciais, mas a vantagem numérica prevaleceu a favor do Goiás, que cresceu na partida e passou a pressionar a equipe visitante.

Após tanta pressão, Jara, que saiu do banco, no primeiro lance dele na partida empatou o placar aos 36 da segunda etapa. Dois minutos depois, num cruzamento despretensioso na grande área do Coritiba, Sabino tentou desviar a bola e acabou marcando contra. Era a virada do Goiás.

Apesar do banho de água fria, o Coritiba não desistiu do jogo e se lançou ao ataque nos minutos finais em busca do empate. Já nos acréscimos, Rafael Vaz cometeu pênalti muito semelhante ao da primeira etapa e concedeu ao Verdão do Alto Glória a oportunidade de igualar o placar.

Sabino veio para cobrança e se redimiu do gol contra, dando números finais a partida. Com um ponto somado, o Coritiba sai da zona de rebaixamento de maneira provisória e vê no próximo sábado novo confronto direto entre a parte de baixo da tabela.

Ficha técnica

Local: Estádio Hailé Pinheiro, Goiânia/GO
Data: Quarta-feira, 9 de setembro de 2020
Horário: 18h
Arbitragem: Caio Max Augusto Vieira, com auxílio de Eduardo Gonçalves da Cruz e Jean Márcio dos Santos.
Goiás: Tadeu, Edilson (Pintado), David Duarte, Rafael Vaz e Jefferson; Gilberto Júnior, Breno (Figueira) e Daniel Bessa (Jara); Mike (Victor Andrade), Vinicius Lopes (Daniel Villalba) e Rafael Moura
Técnico: Thiago Larghi
Gols:  Rafael Moura (45/1ºT), Jara (36/2ºT) e Sabino contra (38/2ºT)
Cartões amarelos: Mike (39/1ºT), Edílson (20/2ºT), Victor Andrade (21/2ºT), Figueira (29/2ºT) e Rafael Vaz (48/2ºT)
Cartão vermelho: Rafael Vaz (50/2ºT)
Coritiba: Wilson, Jonathan, Rodolfo Filemon, Sabino e William Matheus; Hugo Moura (Luiz Henrique), Matheus Bueno (Rhodolfo) e Matheus Sales (Matheus Galdezani); Robson (Giovanni Augusto), Igor Jesus e Sassá (Natanael)
Técnico: Jorginho
Gols: Robson (12/1ºT), William Matheus (37/1ºT) e Sabino (51/2ºT)
Cartões amarelos: Hugo Moura (22/1ºT) e Matheus Bueno (14/2ºT)
Cartão vermelho: Rodolfo Filemon (47/1ºT)