Brasileirão Série A

Corinthians é recebido com protesto e tumulto após desembarque em São Paulo

Membros de torcidas organizadas do clube protestaram após mais uma derrota do Corinthians no Brasileirão. Ídolos como Cássio e Gil não foram poupados pelos torcedores

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais Com informações da Gazeta Esportiva
Corinthians é recebido com protesto e tumulto após desembarque em São Paulo
Torcedores do Corinthians cobraram os atletas após desembarque no Aeroporto de Guarulhos (IMAGEM: Reprodução/TV Gazeta)

14 de setembro de 2020 - 10:53 - Atualizado em 14 de setembro de 2020 - 14:57

Em nota oficial publicada nesta segunda-feira, o Corinthians se manifestou sobre o tumulto com torcedores no Aeroporto Internacional de Guarulhos no último domingo. Os protestos ocorreram após a derrota por 2 a 1 para o Fluminense no Rio de Janeiro.

Imagens divulgadas pela TV Gazeta mostram fortes cobranças aos jogadores. Nomes experientes do grupo, como Cássio e Gil, foram alguns dos principais alvos. No comunicado, o Corinthians ressalta a preocupação com a integridade física dos atletas e funcionários.

“O Sport Club Corinthians Paulista lamenta profundamente as cenas ocorridas no último domingo, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, e ressalta que sempre zelará pela integridade física de atletas e funcionários”, publicou o Alvinegro.

O Timão ainda apontou que as intimidações não ajudam na busca por resultados esportivos e destacou que a confiança no elenco segue intacta.

Confira a nota oficial emitida pelo Corinthians após o tumulto

“O Sport Club Corinthians Paulista lamenta profundamente as cenas ocorridas no último domingo, no Aeroporto Internacional de Guarulhos, e ressalta que sempre zelará pela integridade física de atletas e funcionários.Este é um ano em que a torcida do Corinthians faz enorme falta. Não ter a Fiel nos empurrando nas arquibancadas da Neo Química Arena e do Brasil, jogo após jogo, é parte de um vazio com o qual precisamos nos acostumar urgentemente. Quem já teve essa torcida do lado sempre sentirá essa ausência. Mas não acreditamos em intimidação e ameaças como forma de obter resultados esportivos. O momento pede tranquilidade, trabalho e responsabilidade conjunta. Temos plena confiança no grupo de jogadores que formamos. Conhecemos o caráter e o profissionalismo desses atletas, das conquistas de que muitos fizeram parte às situações mais difíceis deste ano. Confiamos que a resposta necessária será dada em campo.”