Esportes

Funcionários denunciam casos de racismo dentro do Santos; clube encaminha acusações à justiça

Gazeta
Gazeta Esportiva

23 de dezembro de 2020 - 14:16 - Atualizado em 23 de dezembro de 2020 - 15:30

Nesta quarta-feira, o site ESPN.com.br divulgou as histórias de dois funcionários do Santos que denunciaram ao presidente Orlando Rollo um caso de assédio moral e outro de injúria racial dentro do clube.

A primeira acusação é de uma mulher negra, funcionária do departamento de recursos humanos da agremiação, contra Luiz Eduardo Silveira, superintendente administrativo e financeiro da gestão atual. Ela afirma ter sido humilhada por ele e diz que Rollo sabia do caso há mais de um mês, mas não tomou nenhuma atitude.

A segunda denúncia é de um homem negro, advogado do clube, contra Roberto Rabelato, gerente de controladoria santista. Ele diz que não teve oportunidades na instituição por conta de sua cor de pele, e ainda acusa Rabelato de ter abrir a porta de uma sala em que ele estava e dizer: “Aqui é a senzala.” Em áudio obtido pela reportagem, o gerente teria admitido o uso dessas palavras.

As vítimas preferiram não revelar seus nomes na reportagem. O Santos já se pronunciou e disse que irá levar os casos à à Divisão de Inquérito e Sindicância para que sejam apurados.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.