Campeonatos

Flamengo vive expectativa por retorno de Jesus e renovação

Redação RIC Mais
Redação RIC Mais
Flamengo vive expectativa por retorno de Jesus e renovação

29 de abril de 2020 - 00:00 - Atualizado em 29 de abril de 2020 - 00:00

Ainda em meio à paralisação do futebol, o Flamengo vive expectativa por retorno de Jesus e renovação. O treinador português é esperado de volta no Rio de Janeiro nesta sexta-feira. Ele está em Portugal desde o fim de março e vem cumprindo a quarentena do coronavírus ao lado da família.

Jorge Jesus tem contrato com o Rubro-Negro até o fim de junho. A partir de 30 dias antes de seu final, as partes estarão livres para buscar alternativas. O Flamengo espera resolver isso antes que a data chegue.

Jorge Jesus tem contrato com o Rubro-Negro até o fim de junho (Foto: Divulgação/Flamengo)

As conversas com o Mister se iniciaram antes da paralisação e o treinador pediu uma valorização substancial nos valores do contrato. O Flamengo se assustou com a pedida e a conversa se alongou. Veio a crise da pandemia do coronavírus e as negociações foram interrompidas.

A trajetória meteórica do treinador no Rubro-Negro elevou o futebol do clube a ‘outro patamar’. A forma com que o Mister se relaciona com o elenco e os títulos conquistados o tornaram peça fundamental aos olhos da diretoria e da torcida, além, é claro, dos jogadores.

É consenso que uma saída do treinador pode tirar dos trilhos o projeto do Flamengo de chegar ao título mundial.

Valores são maior entrave

As partes estariam de acordo com o tempo do novo contrato, que seria até o final de 2021. A data coincide com o fim do mandato do presidente Rodolfo Landim. O maior entrave à permanência do Mister é mesmo a questão financeira. No início das conversas, o treinador teria sinalizado com 7 milhões de Euros por ano.

Pelo contrato atual, Jesus recebe 2,1 milhões de Euros. Ele também recebeu 1,5 milhão pela Libertadores e 1 milhão pelo Brasileirão. Total de 4,6 milhões de Euros, fora outros benefícios. Porém, esses valores estão atrelados a uma cotação fixa do Euro de 4,40 Reais. Com a cotação atual em torno de 5,90, as dificuldades para um acordo aumentam.

O cenário de incertezas no futebol e na economia como um todo tornam qualquer discussão um grande desafio neste momento.

Enquanto isso, os atletas seguem de férias e os CTs fechados. As férias terminam oficialmente nesta quinta-feira, mas por enquanto não há data definida para o retorno ao trabalho.