Atlético-GO

Flamengo sai na frente, mas cede empate ao Atlético-GO no Maracanã

Gazeta
Gazeta Esportiva

14 de novembro de 2020 - 22:30 - Atualizado em 14 de novembro de 2020 - 23:45

Rogério Ceni continua sem vencer à frente do Flamengo. No segundo jogo sob o comando do técnico, novo tropeço no Maracanã. Com uma atuação ruim, o Rubro-Negro apenas empatou com o Atlético-GO, neste sábado: 1 a 1. Com o resultado, o Fla caiu para a quarta colocação do Campeonato Brasileiro e vai se complicando na briga pela liderança.

E ainda tem o fator psicológico. O Flamengo vai mais pressionado para enfrentar o São Paulo, em jogo decisivo pela Copa do Brasil. O Rubro-Negro precisa vencer para avançar de fase, após derrota no Maracanã, na estreia de Rogério Ceni.

Por falar no técnico, a opção de escalar três volantes, com Thiago Maia na ponta direita, não funcionou. O Flamengo teve dificuldades ofensivas desde o princípio. O gol nasceu de um erro do Atlético-GO. A defesa, novamente, voltou a ser vazada. Os problemas persistem.

Com o empate, o Flamengo agora tem 36 pontos e caiu para a quarta colocação, sendo ultrapassado pelo São Paulo. Já o Atlético-GO agora tem 24 pontos, na 14ª colocação.

Na próxima rodada, o Flamengo volta a jogar no Maracanã, sábado, contra o Coritiba, às 19h. Antes, decide vaga na Copa do Brasil, contra o São Paulo, no Morumbi, na quarta-feira, às 21h30. O Rubro-Negro perdeu o jogo de ida por 2 a 1. Já o Atlético-GO volta a campo na segunda-feira, dia 23, contra o Sport, na Ilha do Retiro, às 20h.

Bruno Henrique salva primeiro tempo ruim do Flamengo

O Flamengo, novamente, teve desfalques importantes, seja por convocação, seja por lesão, como Isla, Rodrigo Caio, Diego, Pedro e Éverton Ribeiro. Já Diego Alves foi preservado.

O clube carioca tinha a posse de bola, mas encontrava dificuldade para criar. A primeira chance demorou a aparecer. Aos 21 minutos, Vitinho acionou Renê pela esquerda. O lateral cruzou para Thiago Maia, que emendou de primeira e acertou o travessão, após leve desvio de Jean. O Atlético-GO, percebendo o problema ofensivo carioca, aproveitou para se lançar ao ataque e incomodou.

O nível técnico do Flamengo deixava a desejar. O time errava muitos passes e também falhava em domínios de bola que poderiam ajudar em momentos de ataque. Em um raro lance de perigo, novamente pela esquerda, Renê achou Bruno Henrique, que girou e chutou. Jean mandou para escanteio.

Foi preciso uma “ajudinha” do Atlético-GO para o Flamengo abrir o placar. Zé Roberto errou passe no meio de campo e Thiago Maia acionou Bruno Henrique na velocidade. Cara a cara com Jean, ele chutou no canto e fez 1 a 0.

Flamengo leva o empate

Rogério Ceni fez uma mudança no intervalo. Ele colocou Natan no lugar de Gustavo Henrique, que recebeu cartão amarelo no primeiro tempo. O zagueiro, inclusive, estava pendurado e vai cumprir suspensão contra o Coritiba. O Fla logo levou perigo com Vitinho, que obrigou Jean a espalmar chute de fora da área.

Quando enfim foi municiado, Gabriel Barbosa estava impedido. Ele completou para o gol após cruzamento de Renê, mas estava em condição irregular. O lance foi corretamente anulado. Quem de fato marcou e valeu foi o Atlético-GO. Thiago Maia errou passe e cedeu contra-ataque ao clube goiano. Chico ganhou da marcação e a bola sobrou para Zé Roberto, que empatou: 1 a 1.

Thiago Maia, que havia sentido problema no joelho esquerdo no começo do segundo tempo, deu lugar a Michael. O Flamengo sentiu o golpe. Se já não estava bem, passou a ter mais problemas e a jogar pressionado. Vitinho quase marcou em chute de fora da área.

Ceni colocou o Flamengo para o ataque. Arrascaeta entrou no lugar de Léo Pereira. Arão foi deslocado para a zaga. Depois, Lincoln entrou na vaga de Gabriel Barbosa. E o jovem atacante desperdiçou a melhor chance. Arrascaeta deixou Lincoln sozinho, sem goleiro, mas ele errou o chute e a zaga cortou. Depois, Arrascaeta parou em Jean.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1X1 ATLÉTICO-GO

Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data: 14 de novembro de 2020 (sábado)

Hora: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Rafael Traci (SC)

Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Cleriston Clay Barretos Rios (SE)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Cartões amarelos: Gustavo Henrique e Natan (Flamengo) e Gilvan (Atlético-GO)

Cartão vermelho: –

Gols:

Flamengo: Bruno Henrique, aos 44′ do 1º tempo

Atlético-GO: Zé Roberto, aos 13′ do 2º tempo

FLAMENGO: Hugo Souza; Matheuzinho, Léo Pereira (Arrascaeta), Gustavo Henrique (Natan) e Renê; Willian Arão, Thiago Maia (Michael) e Gerson; Vitinho, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa (Lincoln). Técnico: Rogério Ceni.

ATLÉTICO-GO: Jean; Dudu, João Victor, Gilvan e Nicolas; Marlon Freitas (Oliveira), William Maranhão e Chico (Matheus Vargas); Ferrareis (Natanael), Janderson (Arnaldo) e Zé Roberto (Júnior Brandão). Técnico: Marcelo Cabo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.