Bastidores

Flamengo perde Rogério Ceni e volta a ter problemas com casos de covid

Gazeta
Gazeta Esportiva

8 de junho de 2021 - 18:51 - Atualizado em 8 de junho de 2021 - 19:15

Vítima de um surto de covid-19 no segundo semestre do ano passado, o Flamengo está revivendo a situação em 2021. Já são seis casos no clube, sendo dois jogadores e quatro membros da comissão técnica. Nesta terça-feira, foi anunciado o último positivado, o técnico Rogério Ceni.

O primeiro caso desta suposta segunda onda foi o do meia Arrascaeta, no início da semana passada. O meia testou positivo depois que se apresentou à seleção do Uruguai para disputar as Eliminatórias Sul-Americanas.

O jogador, que também tinha um exame positivo em 2020, está cumprindo isolamento em seu país.

Já na sexta-feira passada, surgiram mais quatro casos no Ninho do Urubu, de pessoas que não tiveram covid em 2020. O meia Max, o analista de desempenho Leandro Costa e os auxiliares técnicos Charles Hembert e Nélson Júnior.

Com Rogério Ceni fora de combate, o técnico do sub-20, Maurício Souza, voltará a comandar a equipe. Ele foi o responsável pelo time que disputou as primeiras rodadas do Campeonato Carioca e tem a confiança de Ceni.

Mauricinho assumiu os treinos a partir desta terça-feira. Além disso, ele estará na área técnica nas partidas contra o Coritiba, nesta quinta-feira, no Couto Pereira, pela Copa do Brasil, e no domingo, contra o América-MG, pela terceira rodada do Brasileirão, no Maracanã.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.