Esportes

Flamengo inicia semana de olho em Bruno Henrique e Pedro

Gazeta
Gazeta Esportiva
Flamengo inicia semana de olho em Bruno Henrique e Pedro

7 de dezembro de 2020 - 13:33 - Atualizado em 7 de dezembro de 2020 - 14:00

Após curtir uma folga neste domingo, o elenco do Flamengo se reapresentou na tarde desta segunda-feira, no Ninho do Urubu. A vitória no clássico contra o Botafogo no sábado deu uma certa tranquilidade para o grupo e o técnico Rogério Ceni trabalharem. O Rubro-Negro, eliminado da Libertadores na semana passada, terá até domingo para se preparar para enfrentar o Santos, pela 25ª rodada do Brasileirão.

Além do trabalho regenerativo dos titulares e treino dos reservas, as atenções estarão voltadas para o departamento médico. O atacante Bruno Henrique deixou o campo mais cedo no Nilton Santos queixando-se de dores no joelho. Ele sofreu uma pancada ainda no primeiro tempo e foi substituído aos 31 do segundo por Vitinho

(Foto: Reprodução/Instagram)

Em postagem no Twitter oficial, o Flamengo afirmou que o atleta sentiu dores no tendão posterior do joelho direito, e será reavaliado.

Outra situação envolvendo o DM rubro-negro é a do atacante Gabigol. Ele ficou de fora das partidas contra o Racing-ARG e o Botafogo, e não entra em campo desde o dia 24 de novembro. O clube não confirmou lesão, mas apenas informou que o jogador tem um desequilíbrio muscular.

Pedro e Diego Alves

O atacante Pedro e o goleiro Diego Alves têm compromisso com o Flamengo somente até o final de dezembro. O atacante, artilheiro do time em 2020, chegou em janeiro por empréstimo da Fiorentina-ITA com opção de compra. Entretanto, o Flamengo tem até a próxima quinta-feira dia 10, para exercê-la.

A diretoria já sinalizou que vai comprar os direitos do jogador, mas para isso terá de desembolsar 14 milhões de euros, ou 87 milhões de Reais no câmbio atual. O valor, contudo, não é à vista, e deverá ser pago em seis parcelas ao longo de três anos.

O caso de Diego Alves é diferente. O jogador está no clube desde 2017 e seu contrato termina no dia 31. As partes não chegaram a um acordo e o Flamengo estabeleceu seu limite e aguarda a posição final do goleiro.