Esportes

Firmino diz que Tite e Klopp são parecidos na maneira de trabalhar e gerir grupo

Gazeta
Gazeta Esportiva

10 de outubro de 2020 - 15:25 - Atualizado em 10 de outubro de 2020 - 15:30

Firmino é titular absoluto no Liverpool de Jürgen Klopp e começou bem também as Eliminatórias para a Copa do Mundo do Catar. Nesta sexta, a Seleção Brasileira venceu a Bolívia por 5 a 0 com dois gols do camisa 20.

“Criamos muitas chances, isso é incrível, fruto do trabalho, é o que a gente espera da Seleção, criar chances, fazer gols e vencer a partida”.

Comedido nas palavras, Firmino concedeu entrevista coletiva virtual na tarde deste sábado e comparou os dois treinadores com quem tem convivido no clube e na Seleção.

“São dois incríveis treinadores, que tenho orgulho de trabalhar, de viver, os dois são incríveis, são muito parecidos nas formas de trabalhar, os conceitos dos dois, esse perde, pressiona, de ensinar a gente a melhorar a cada dia e conseguir dar o melhor”.

A Seleção Brasileira vai trabalhar pelos próximos três dias no CT Joaquim Grava, do Corinthians, até viajar para o Peru. Na terça, em Lima, o Brasil vai encarar os donos da casa pela segunda rodada das Eliminatórias.

Confira outros trechos da entrevista de Firmino.

Estratégia

“Essa situação de perde, recupera, é uma coisa que o Tite pede, a gente vem treinando bastante, ele cobra bastante da gente e vem dando certo, temos de continuar fazendo isso”.

Conversa com flamenguistas sobre Mundial

“Não, a gente não chegou a comentar, não. Foi um dia feliz para o Liverpool, fomos campeões, um orgulho, mas a gente não chegou a comentar”.

Concorrência

“Foi o primeiro jogo, não tem nada decidido ainda, temos de continuar trabalhando, fazendo o melhor nos nossos clubes, mas sonhando, claro, e feliz por ontem, pelo primeiro degrau”.

Análise do Peru

“Seleção perigosa, jogamos com eles na final (da Copa América), mostraram potencial, difícil de jogar, têm jogadores bons, esperamos um jogo difícil lá, mas temos de ir em busca da vitória”.

Tite

“Nas reuniões, ele mostra muita serenidade, muito profissionalismo, mas no dia a dia ele é brincalhão, acolhe a todos, nos ensina muito. Somos muito gratos.”.

Boa fase

“Muito feliz, eu gosto de estar sempre ajudando, não importa a posição, gosto sempre de estar marcando gols, dando assistência, fico muito feliz quando posso ajudar”.