Botafogo

Filho e auxiliar de Ramón Díaz revela surpresa com demissão no Botafogo

Gazeta
Gazeta Esportiva

27 de novembro de 2020 - 13:33 - Atualizado em 27 de novembro de 2020 - 23:45

Durou pouco mais de uma semana a passagem de Ramón Díaz pelo Botafogo. Na verdade, o treinador nem chegou a comandar a equipe, pois teve de se ausentar para realizar uma cirurgia e deixou seu filho e auxiliar Emiliano encarregado. Após três derrotas em três partidas, a comissão técnica foi demitida.

O clube alegou que não podia esperar a recuperação de Ramón. Seu retorno ao Alvinegro era previsto para a próxima semana. Entretanto, Emiliano se disse surpreso, já que a situação foi conduzida com toda transparência desde o início.

“Quando surgiu a cirurgia, o clube teve uma postura impressionante e valorizou o trabalho do Ramón, fomos claros e transparentes, dissemos que demoraria provavelmente um mês para a recuperação. Se aceitou isso. Na nossa parte tranquilidade que sempre fomos muito claros com o clube, em respeito a um grande que é um Botafogo”, afirmou o auxiliar em entrevista ao SportTV, nesta sexta-feira.

Segundo Emiliano, Ramón Díaz está recuperado e se preparava para voltar ao Brasil.

“A verdade é que Ramón está muito bem, graças a Deus saiu da cirurgia e está em recuperação muito melhor que esperávamos. Estava pronto para viajar ao Brasil, com tudo organizado. Está totalmente recuperado”, revelou Emiliano.

“Ontem nos disseram que não continuávamos no projeto, ficamos surpresos e mal por não cumprir o sonho do Ramón de dirigir um clube do futebol brasileiro. Ficamos muito surpresos, Ramón também”, completou.

Apesar da demissão inesperada, Emiliano não mostrou ressentimentos e até desejou sorte ao Botafogo

“Nos pegou de surpresa. Mas é do futebol, sabemos que tem isso quando os resultados não vêm e o clube tem urgência. O mais importante é que o Botafogo se recupere o mais cedo possível, porque tem torcida impressionante e um bom grupo de jogadores. Desejo de todo coração que se recupere rápido”, concluiu.

Após a demissão de Rmón Díaz e sua comissão técnica, o Botafogo agiu rápido e anunciou Eduardo Barroca. O quarto treinador da equipe em 2020 assume com o time na penúltima colocação no Campeonato Brasileiro e aparece com 82% de risco de rebaixamento segundo o site “Infobola”, do matemático Tristão Garcia.

Barroca terá, entretanto, alguns dias livres para preparar o time para a próxima partida. Depois de perder para o líder Galo em Belo Horizonte, o Botafogo terá outra pedreira pela frente. No dia 5, sábado, vai enfrentar o Flamengo, atual vice-líder do Brasileiro, no clássico carioca da 24ª rodada.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.