Bastidores

Fernando Lázaro volta ao Cifut do Corinthians para integrar base e profissional

Gazeta
Gazeta Esportiva

11 de janeiro de 2021 - 15:48 - Atualizado em 11 de janeiro de 2021 - 22:30

O analista de desempenho Fernando Lázaro está de volta ao Corinthians.

A contratação tem como intuito fazer o Cifut (Centro de Inteligência do Futebol) resgatar o sucesso que foi obtido entre 2010 e 2017, quando o próprio Lázaro estava no clube.

Essa segunda-feira foi o primeiro dia de trabalho do profissional no CT Joaquim Grava.

“Voltar ao Corinthians é especial. Trabalhei aqui por 17 anos, vivenciei experiências e, depois do contato do Alessandro e do Roberto, tive oportunidade de voltar para ajudar nessa remontagem e ajustes de necessidades do clube e coordenar o departamento que ajudei na construção. É muito prazeroso reencontrar amigos e funcionários, é onde tenho minha formação e sou eternamente grato”, comentou o ‘novo reforço’, ao site oficial do clube.

Fernando Lázaro é filho do ex-lateral Zé Maria, ídolo corintiano, e visto no mercado como um dos melhores e mais bem preparados para essa importante função junto a comissão técnica.

No Corinthians, Lázaro comandará uma equipe que ainda tem Cláudio de Andrade, este trazido por Vagner Mancini, Vitor Misumi, Fábio Roberto e Tassio Rodrigues.

Além do departamento profissional, Lázaro também irá priorizar a integração da análise de desempenho entre profissional e categorias de base nesse retorno ao Timão.

Sua primeira passagem pelo clube começou em 1999, no departamento de informática, até a construção do departamento de análise de desempenho, com a consolidação da função no futebol brasileiro. Tornou-se coordenador do departamento, onde ficou lá até aceitar o convite de Tite para ir à Seleção Brasileira, no início de 2017.

Pelo Brasil, ele fez parte da comissão técnica na Copa do Mundo de 2018 e ajudou na campanha que culminou com o título da Copa América de 2019. Na sequência, se despediu da CBF e para ser auxiliar técnico de Sylvinho no Lyon, da França, onde permaneceu até o fim de 2019.

Lázaro tem as Licenças A e B da CBF Academy, além do curso de treinadores do Sitrefesp e formação em Educação Física.

O Cifut, alvo de tantos elogios durante a última década, estava “sucateado”, segundo Tiago Nunes, que chegou para comandar a equipe principal em janeiro de 2020. À época, a declaração gerou irritação dentro da diretoria, que contava com Duílio Monteiro Alves, hoje presidente, como diretor de futebol.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.