Esportes

Felipe Melo afaga expulso Luan e cita hino do Palmeiras: “Defesa que ninguém passa”

Gazeta
Gazeta Esportiva

28 de fevereiro de 2021 - 23:20 - Atualizado em 28 de fevereiro de 2021 - 23:30

O Palmeiras sofreu para garantir a vitória sobre o Grêmio em Porto Alegre na noite deste domingo. Na saída do gramado após a primeira final da Copa do Brasil, o meio-campista Felipe Melo tratou de afagar o expulso Luan e lembrou trecho do hino do clube alviverde.

O Palmeiras abriu o marcador com gol de cabeça de Gustavo Gomez no primeiro tempo e manteve a superioridade no segundo. Aos 18 minutos, porém, Luan inexplicavelmente desferiu uma cotovelada no rosto de Diego Souza e acabou expulso pelo árbitro Marcelo de Lima Henrique.

“Já aconteceu algumas vezes comigo, inclusive nesse campo. É bom relembrar quando fui expulso, pela Libertadores. E todos correram por mim. Hoje, independentemente de qualquer coisa, temos que ressaltar o espírito de luta e de união da equipe. Corremos pelo Luan”, iniciou o capitão Felipe Melo em entrevista ao Sportv.

“É um amigo, nosso companheiro, que está todo dia na luta para continuar fazendo história nesse clube. Acontece, é um cara que não é maldoso. São coisas do futebol. Demonstramos nossa união, o poder que temos de ser aguerridos, correr e lutar”, prosseguiu o volante.

Com um homem a mais em campo, após as entradas de Churin e Ferreira, o Grêmio aumentou seu volume de jogo e investiu nas bolas cruzadas dentro da área. Sem centroavante desde a substituição de Luiz Adriano, o Palmeiras ficou acuado na defesa, mas conseguiu se defender.

“Demonstramos o que diz o início do hino do Palmeiras: ‘Defesa que ninguém passa’. Não só a defesa, não só o meio campo, mas também o ataque. Os meninos que entraram deram conta do recado. Então, é deixar essa parte da expulsão de lado e ressaltar a grande vitória e o espírito de luta que tivemos por um companheiro”, disse Felipe Melo.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.