Esportes

Felipão fala sobre futuro de Portugal e elogia Cristiano Ronaldo: “É difícil ver um jogador se cobrar tanto”

Gazeta
Gazeta Esportiva

5 de julho de 2021 - 10:45 - Atualizado em 5 de julho de 2021 - 11:15

O técnico Luiz Felipe Scolari, atualmente sem clube, falou sobre o atual momento da seleção portuguesa, recentemente eliminada nas oitavas de final da Eurocopa para a Bélgica. Felipão dirigiu Portugal de 2003 a 2008 e se disse feliz por iniciar essa primeira montagem da seleção.

“Lá em Portugal, o Fernando Santos teve um trabalho de montar uma equipe desde 2014, foi bem organizado, foi campeão em 2016 da Euro, depois lá em Portugal (Liga das Nações), e agora está remontando a equipe.  Acho que vai colocar de novo Portugal como uma das seleções campeões para o futuro”, disse Felipão em entrevista exclusiva ao Mesa Redonda, da TV Gazeta.

“Ficamos felizes por ter participado da primeira montagem de Portugal, quando estava desacreditada, nos primeiros passos até 2007, 2008 ou 2010”, disse o treinador, que chegou até à final da Euro de 2004 com Portugal.

Felipão também comentou sobre Cristiano Ronaldo, astro que teve suas primeiras oportunidades pela seleção portuguesa com o brasileiro, ainda com 17 anos. “Não quero ser a pessoa que leva todos os méritos. O Cristiano já jogava daquela forma e fazia tudo certo nos juniores, treinado no Paulo Bento. Quem o viu o jogando e imaginou que poderíamos colocá-lo no lugar do Quaresma foi o Murtosa. Ele me falou que o jogador era uma joia, eu disse: ‘mas ele tem só 17 anos’. Mas é mérito de tudo isso é do próprio Cristiano. Ele é dedicado, se cuida e faz tudo diferente de um dia para o outro para melhorar a condição. É difícil ver um jogador se cobrar tanto”, concluiu.

Portugal, conhecida por ser uma das seleções de melhor material humano na atualidade, caiu para a Bélgica nas oitavas da Euro após perder por 1 a 0. Cristiano Ronaldo ainda deixou o confronto com quatro gols marcados na fase de grupos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.