Esportes

Fã de Thiago Silva, Nino fala sobre Olimpíadas pelo Brasil: “É uma responsabilidade”

Gazeta
Gazeta Esportiva

12 de julho de 2021 - 15:22 - Atualizado em 12 de julho de 2021 - 15:30

Convocado para a Seleção Olímpica, o zagueiro Nino concedeu entrevista coletiva nesta segunda-feira. O jogador do Fluminense citou a inspiração em Thiago Silva, falou sobre a influência de Daniel Alves e comentou a respeito dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Para o zagueiro, o sentimento em vestir a camisa da seleção “é meio indescritível, uma mistura de honra com gratidão.” Segundo ele, “passa um filme por todas as dificuldades que vivemos. Uma responsabilidade boa.”

Nino acredita que o Torneio Pré-Olímpico, disputado na Colômbia, em 2020, foi importante para a sua evolução. O mesmo ocorre com o desempenho do Fluminense: “Isso com certeza contribui de maneira especial para que eu esteja aqui hoje. Se o reconhecimento individual tem acontecido, é porque o grupo tem se destacado como um todo.”

“Eu estar aqui é muito por causa de tudo que tenho passado lá [no Fluminense] – do apoio que tenho do treinador, dos meus companheiros, dos torcedores. É uma responsabilidade grande estar representando o Brasil pelo mundo”, completa.

Juntamente ao trabalho realizado no Flu, Nino citou a inspiração no ídolo Thiago Silva, um jogador que admirou “desde sempre”.

“Fico na torcida para que, um dia, a gente possa jogar juntos. É uma responsabilidade, espero de alguma maneira chegar próximo do que ele fez, representar o que ele representa para a Seleção,” diz.

O zagueiro também comentou sobre a importância do lateral-direito Daniel Alves, de 38 anos, que disputará foi convocado para as Olimpíadas.

“É um privilégio trabalhar com o Daniel, um cara vitorioso, que já viveu muito esse clima de seleção e sabe, mais do ninguém, a responsabilidade de estar aqui”, comenta.

Ele acrescenta: “Tenho certeza que vou sair daqui de uma maneira muito diferente de como cheguei.”

Após o corte de Gabriel Magalhães, Nino deve formar a dupla de zaga titular da equipe, ao lado de Diego Carlos. Para o atleta do Fluminense, “o entrosamento acontece no dia a dia”.

A Seleção Brasileira de futebol masculino estreia nos Jogos de Tóquio contra a Alemanha, no dia 22 de julho, às 08h30 (de Brasília), em Yokohama. No Grupo D, a equipe comandada por André Jardine enfrentará, também, Arábia Saudita e Costa do Marfim.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.