Esportes

Ex-Santos, Jesualdo Ferreira diz que ficou divido na final da Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

30 de janeiro de 2021 - 20:42 - Atualizado em 30 de janeiro de 2021 - 22:00

Técnico do Santos de janeiro até agosto de 2020, o português Jesualdo Ferreira confessou que estava divido na final da Libertadores da América, disputada entre Palmeiras e Peixe neste sábado. Isso porque, além de ter um carinho pelos atletas do Alvinegro, o atual treinador do Boavista também gostaria de ver o seu conterrâneo Abel Ferreira levantando a taça.

“Hoje estava dividido entre jogadores que eu gosto, com os quais gostei de trabalhar, e um treinador que eu gosto português. Como todos sabem, a minha ligação com o Santos não foi tão longa como desejaria, no entanto fomos importantes no trajeto da Libertadores, os dois primeiros jogos que eu fiz o Santos ganhou, deu um balanço bom para o resto”, disse.

Com a vitória de 1 a 0 do Palmeiras, portanto, Jesualdo destacou a sua felicidade de ver um comandante português escrevendo seu nome na história Libertadores pela segunda vez consecutiva. Em 2019, Jorge Jesus levou o Flamengo à glória eterna.

“Escrever pela segunda vez consecutiva no livro da Conmebol, da Taça Libertadores, um nome de um treinador português que a venceu, fico muito feliz por isso. Saúdo o Abel”, finalizou.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.