Barcelona

Ex-diretor do Barça revela detalhes de possível retorno de Neymar: “Acreditou que vinha”

Gazeta
Gazeta Esportiva

15 de novembro de 2020 - 17:46 - Atualizado em 15 de novembro de 2020 - 23:00

Uma novela bastante frequente nas últimas janelas de transferências foi o possível retorno de Neymar ao Barcelona. Porém, o Paris Saint-Germain fez jogo duro e o brasileiro permaneceu no clube francês.

O ex-diretor do Barça, Javier Bordas, revelou alguns detalhes da negociação pelo atacante. O dirigente ressaltou que os catalães ficaram tão próximos do acerto que Neymar “acreditou que vinha”, mas a transação acabou dando errado.

“Fui pessoalmente e queríamos muito que ele viesse, tentamos de todas as formas possíveis. Éramos muito próximos. Conseguimos que o PSG nos fizesse uma oferta quando eles nunca aceitaram nada pelo Verratti ou pelo Marquinhos ou pelo Thiago Silva”, disse.

Neymar jogou no Barcelona entre 2013 e 2017

“Estávamos tão perto que o Neymar achou que vinha, eu também, ele ia. Havia diferença de dinheiro que seu pai colocava, mas os clubes não combinaram com a hora para fechar a operação. Mas estávamos muito perto de trazer, foi ideia nossa”, completou Javier.

O ex-diretor ainda acrescentou que jogadores da própria equipe sugeriram adiar parte do salário para trazer o atacante.

“Era um problema na área econômica. Eles colocaram um teto e você não poderia ir além disso. Alguns jogadores propuseram adiar parte do salário para que Neymar pudesse voltar, embora todo o salário tivesse que ser reduzido o suficiente para se adequar ao nível de Fair Play e da LaLiga”, declarou.

Neymar foi contratado pelo Barcelona em 2013 e atuou pelo clube até 2017, quando se transferiu para o Paris Saint-Germain. Pelo time catalão, marcou 105 gols em 186 jogos e conquistou 10 títulos.

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.