Esportes

Estatísticas comprovam domínio do Brasil em goleada na estreia das Eliminatórias

Gazeta
Gazeta Esportiva

10 de outubro de 2020 - 00:05 - Atualizado em 10 de outubro de 2020 - 00:30

O Brasil não deu chances e goleou a Bolívia por 5 a 0, nesta sexta-feira, pela rodada de estreia das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022. Contra um adversário inferior tecnicamente, os comandados de Tite impuseram o jogo e tiveram amplo domínio, como confirmam as estatísticas.

Segundo dados do SofaScore, na posse de bola, a Seleção Brasileira teve 69% contra 31% dos bolivianos. O domínio também esteve nos passes, com 581 completos para a seleção canarinho e 205 para os adversários. Tais valores, entretanto, não seriam suficientes se não estivessem combinados com o bom aproveitamento da equipe no ataque, que finalizou 20 vezes, sendo nove delas em direção ao gol, contra apenas três da Bolívia, que teve uma única bola no gol de Weverton.

Outra grande arma do Brasil foram os cruzamentos. A equipe realizou 22 durante a partida, sendo sete deles certeiros. Mais do que levantar bolas na áreas, a Seleção criou condições para ter jogadores livres dentro da área para receber os passes e levar perigo, como aconteceu nos gols anotados.

As linhas defensivas baixas da Bolívia também não impediram que o Brasil tivesse bom desempenho nos dribles. A equipe não ficou estática e teve a marca de 31 fintas completas de 46 tentativas, com 67% de aproveitamento neste quesito.

Nos duelos mais físicos, a equipe comandada por Tite também teve bom desempenho, oferecendo poucos contra-ataques aos adversários e mostrando controle do jogo. Naturalmente, a Bolívia até levou vantagem nos desarmes com 19 contra 11, mas a Seleção Brasileira venceu 14 disputas aéreas, enquanto o outro lado teve apenas quatro. Nos duelos ganhos, o Brasil teve 63 contra 39.

O duelo ainda teve número razoável de faltas, com 13 para os brasileiros e oito para os bolivianos. Apesar disso, os visitantes receberam quatro cartões amarelos na Neo Química Arena, enquanto o Brasil recebeu apenas um, para Thiago Silva.

Depois do bom desempenho com a goleada na estreia, o Brasil se prepara agora para o segundo compromisso das Eliminatórias, que acontece nesta terça-feira, às 21h (de Brasília), contra o Peru, em Lima.