Esportes

Entenda por que o Santos pode ter “novato” como titular contra o Internacional

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de novembro de 2020 - 05:00 - Atualizado em 13 de novembro de 2020 - 10:15

Vinicius Balieiro foi a principal novidade do Santos no treinamento da última quinta-feira, no CT Rei Pelé, o penúltimo antes da partida contra o Internacional neste sábado, às 16h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A utilização do Menino da Vila como primeiro volante não está confirmada, mas pode ocorrer, principalmente, em função do estudo de como joga o Colorado.

O Inter é uma equipe de boa imposição física e de forte jogo aéreo. Dessa forma, o Santos do auxiliar Marcelo Fernandes e do preparador físico Omar Feitosa pensa numa forma de neutralizar pontos fortes do adversário.

Alison, Diego Pituca, Jobson e Sandry, alternativas para a primeira função do meio-campo, estão entre os jogadores com covid-19. Dessa forma, “sobraram” Vinicius e Guilherme Nunes. E a opção, ao menos no primeiro esboço do time titular, foi pelo primeiro.

Vinicius Balieiro tem 21 anos e características um pouco diferentes de Guilherme. É um atleta intenso e de muita entrega, enquanto o concorrente é mais técnico, com menos velocidade. A altura é semelhante: 1,78 x 1,79 m.

Balieiro chegou ao Santos em 2017, depois de se destacar pelo Paulista de Jundiaí, e já foi lateral-direito em várias oportunidades. Ele era bem avaliado pelas comissões de Jorge Sampaoli e Jesualdo Ferreira. Como primeiro volante, foi bem nos 3 a 0 sobre o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro de Aspirantes. O contrato termina em 30 de abril de 2022.

Vinicius Balieiro pode estrear, sim, mas uma opção é a escalação com três zagueiros. O esquema foi testado em parte do treino tático de quinta e não está descartado. A definição deve ocorrer nesta sexta.

O Santos tem, além do técnico Cuca e dos auxiliares Cuquinha e Eudes, 10 jogadores com o novo coronavírus: Alison, Alex, Diego Pituca, Jean Mota, João Paulo, Jobson, Lucas Veríssimo, Madson, Sandry e Vladimir.

Uma possível escalação é: John, Pará, Luiz Felipe, Luan Peres e Wagner Leonardo (Lucas Lourenço); Vinicius Balieiro, Ivonei e Felipe Jonatan; Marinho, Lucas Braga e Kaio Jorge.

]