Atlético-MG

Em situações opostas na tabela, Bahia e Atlético-MG duelam pelo Brasileirão

Gazeta
Gazeta Esportiva

18 de outubro de 2020 - 20:00 - Atualizado em 18 de outubro de 2020 - 20:15

Pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o líder Atlético-MG vai enfrentar o Bahia, no Pituaçu, nesta segunda-feira. As duas equipes estão em situações distintas na competição, mas precisam da vitória para seguirem próximas dos seus objetivos.

Brigando com Flamengo e Internacional pelo título do Brasileirão, o Galo precisa de um triunfo para seguir no topo da tabela de classificação. A equipe mineira conquistou 31 pontos após 15 jogos e possui o melhor ataque da competição, com 30 gols marcados.

Para o duelo, o técnico Jorge Sampaoli terá a volta de três jogadores importantes. O paraguaio Júnior Alonso, o equatoriano Alan Franco e o venezuelano Savarino estavam servindo suas seleções nas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas e retornam ao time após três jogos. O meia Allan, por outro lado, cumprirá suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Já o Bahia briga na parte de baixo da tabela. Com 16 pontos conquistados depois de 16 partidas, o Tricolor vai em busca da vitória para se distanciar da zona de rebaixamento.

O principal desfalque da equipe baiana é o técnico Mano Menezes, expulso no jogo contra o Goiás, na sexta-feira. O auxiliar técnico Sidnei Lobo e os atacante Élber e Rossi também receberam o cartão vermelho diante do Esmeraldino e estão fora do confronto. O auxiliar Cláudio Prates será o responsável por comandar o Bahia contra o Galo.

FICHA TÉCNICA:

BAHIA X ATLÉTICO-MG

Local: estádio Pituaçu, em Salvador (BA)

Data: 19 de outubro de 2020, segunda-feira

Hora: 20h (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)

Assistentes: Rafael da Silva Alves (Fifa-RS) e Michael Stanislau (RS)

VAR: Daniel Nobre Bins (RS)

BAHIA: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Gregore, Elias e Daniel; Marco Antônio, Clayson e Gilberto.

Técnico: Cláudio Prates

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Réver, Júnior Alonso e Guilherme Arana; Jair, Alan Franco e Nathan; Savarino, Keno e Eduardo Sasha.

Técnico: Jorge Sampaoli