Esportes

Em momentos opostos, Flamengo e Vasco duelam em São Januário

Gazeta
Gazeta Esportiva

9 de outubro de 2020 - 20:00 - Atualizado em 9 de outubro de 2020 - 20:15

Como dizia o polêmico dirigente vascaíno Eurico Miranda, o clássico entre Vasco e Flamengo “é sempre um campeonato à parte”. Neste sábado as duas equipes farão o confronto de número 391 na história, e mais uma vez a maior rivalidade carioca estará em campo. Com a proibição da presença da torcida pela pandemia do coronavírus, o Cruzmaltino escolheu receber o Rubro-Negro em São Januário, e a bola rola às 17h (de Brasília).

O clássico da 15ª rodada do Campeonato Brasileiro não poderia acontecer em um momento mais distinto para os dois times. O Flamengo, que teve um início irregular na competição após a troca de treinador, se recuperou nas últimas rodadas. O Rubro-Negro está embalado após duas vitórias consecutivas e subiu para a terceira colocação na tabela.

O Vasco, entretanto, está fazendo o caminho oposto. Nas primeiras rodadas, surpreendeu com vitórias importantes e frequentou o G4 por várias semanas. A situação começou a mudar após a derrota para o Coritiba, na 11ª rodada. De lá pra cá, um empate e duas derrotas marcantes para Atlético-MG (4 a 1) e Bahia (3 a 0).

A queda de rendimento causou a demissão da comissão técnica de Ramon Menezes e até do coordenador Antônio Lopes, nesta quinta-feira. Para o clássico, o time será comandado interinamente por Alexandre Grasseli, técnico da equipe Sub-20.

“Sempre uma emoção muito grande. Sendo um funcionário do clube e envolvido no dia a dia, tendo uma grande oportunidade de estar à frente num clássico tão importante e valorizado por todos nós. É uma grande responsabilidade e, sem dúvida alguma, um grande privilégio. Vamos tentar aproveitar da melhor forma possível”, disse Grasseli nesta sexta.

Se por um lado a limpa no futebol do Vasco às vésperas do duelo contra o atual campeão brasileiro e da Libertadores preocupa, por outro tira um pouco da pressão. Diante da situação, qualquer resultado que não seja uma derrota por um placar dilatado se torna aceitável. Até um empate já será comemorado como vitória.

Para a partida, Casseli não contará com Ricardo Graça e Juninho, que se recuperam de lesão, e Bruno Gomes, suspenso. Já Martín Benítez e Andrey, que não enfrentaram o Bahia por estarem suspensos, retornam à equipe.

No Flamengo, o técnico Dome deve manter a base que venceu o Sport na quarta-feira, sem os selecionáveis Arrascaeta, Everton Ribeiro e Rodrigo Caio. Uma alteração certa é a ausência de Isla, que viajou para defender o Chile pelas Eliminatórias após testar negativo para a Covid-19. No seu lugar deve entrar Matheuzinho. Recuperando-se de lesões, Diego Alves, Gabigol e João Lucas seguem de fora.

FICHA TÉCNICA

VASCO DA GAMA X FLAMENGO

Local: Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: Sábado, 10/10/2020

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (Fifa-SP)

Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Neuza Ines Back (Fifa-SP)

VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Miranda, Leandro Castán e Henrique (Neto Borges); Andrey, Marcos Júnior e Benitez; Vinícius (Ygor Catatau), Talles Magno e Germán Cano

Técnico: Alexandre Grasseli

FLAMENGO: Hugo Souza, Matheuzinho (Renê), Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luís; Willian Arão, Thiago Maia, Gerson e Diego Ribas (Pedro Rocha); Pedro e Bruno Henrique

Técnico: Domènec Torrent