Atlético-MG

Em jogo marcado por protestos, Atlético-MG bate o América de Cali e se classifica na Libertadores

Gazeta
Gazeta Esportiva

13 de maio de 2021 - 23:27 - Atualizado em 13 de maio de 2021 - 23:45

Na noite desta quinta-feira, pela quarta rodada da Copa Libertadores da América de 2021, o Atlético-MG derrotou o América de Cali, da Colômbia, por 3 a 1, fora de casa, e garantiu uma vaga nas oitavas de final do torneio.

Apesar do ótimo resultado para os brasileiros, a partida foi marcada por um grande clima de tensão. Isso porque, do lado de fora do estádio Romelio Martínez, diversos manifestantes entraram em conflito com a polícia. Os protestos são contra a reforma tributária do governo colombiano. Apenas no primeiro tempo, o duelo foi interrompido quatro vezes em função do gás lacrimogênio que vinha das ruas ao redor da arena.

A princípio, o embate seria em Bucaramanga, mas a Conmebol transferiu o jogo para Barranquilla justamente por conta das intensas manifestações na capital do departamento de Santander. A mudança, no entanto, não surtiu efeito.

Com o triunfo obtido nesta noite, portanto, o Galo se classificou para as oitavas de final da Libertadores. Faltando duas rodadas para o fim da fase de grupos, o Atlético lidera a chave H, com dez pontos, três a mais que o vice-líder Cerro Porteño e sete a mais que o La Guaira, terceiro colocado. O América, por sua vez, está na lanterna, com apenas um.

O Jogo – Com a bola rolando, os brasileiros saíram na frente logo aos 20 minutos da primeira etapa. Após bom cruzamento de Nacho Fernández, Hulk se antecipou a marcação e testou firme para marcar o seu quinto gol na Libertadores de 2021.

A resposta dos anfitriões, no entanto, foi rápida. Aos 23, Carrascal recebeu em velocidade e tocou para Santiago Moreno, que driblou a marcação e bateu no cantinho de Everson para deixar tudo igual.

Aos 51, o Galo quase voltou a liderar o placar. Keno recebeu ótimo passe de Nacho na entrada da pequena área e finalizou, mas Graterol realizou ótima defesa para evitar que a bola entrasse. Na sequência, o arqueiro voltou a aparecer, dessa vez em arremate de Nacho.

Já no segundo tempo, o Atlético enfim conseguiu vazar o goleiro venezuelano. Aos oito, Guilherme Arana recebeu cruzamento de Savarino e chutou de primeira para marcar um belo gol. Vinte minutos depois, Tchê Tchê enfiou boa bola para Keno, que cortou o zagueiro e bateu firme para mais uma intervenção do arqueiro.

Do outro lado, o América assustou aos 31, quando Luis Paz carimbou a trave após aproveitar a sobra de bola na entrada da área. Minutos depois, Everson executou difícil defesa em perigosa cabeçada de Ortiz.

Já aos 51, Vargas recebeu bom passe de Tardelli, chapelou o goleiro e mandou para as redes com estilo para decretar a vitória e a classificação atleticana.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA DE CALI 1 X 3 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Romelio Martínez, em Barranquilla (COL)

Data: 13 de maio de 2021, quinta-feira

Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Andres Cunha (URU)

Assistentes: Nicolas Taran (URU) e Horacio Ferreiro (URU)

Cartões amarelos: Moreno, Arrieta, Kevin Andrade (América de Cali); Jair (Atlético-MG)

Cartão vermelho: Kevin Andrade (América de Cali)

GOLS: Moreno, aos 23 do 1ºT (América de Cali); Hulk, aos 20 do 1ºT, Arana, aos 08 do 2ºT, e Vargas, aos 51 do 2ºT (Atlético-MG)

AMÉRICA DE CALI: Joel Graterol; Arrieta, Andrade, Ortiz, Quiñonez, Paz (João Rodríguez); Cabrera, Carrascal, Moreno (Luis Sánchez); Ramos e Vergara (Aldair Rodríguez)

Técnico: Gonzalez Diaz

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Igor Rabello, Júnior Alonso e Arana; Jair, Tchê Tchê e Nacho (Dodô); Savarino (Vargas), Hulk (Alan) e Keno

Técnico: Cuca

Informamos aos nossos visitantes que nosso site utiliza cookies. Ao usar nosso site, você concorda com nossos Termos de Uso. A maioria dos navegadores aceita cookies automaticamente. Para ver quais cookies utilizamos, acesse nossa Política de Privacidade.